Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Big Brother da segurança

Dispositivo vigia motoristas para antecipar suas intenções e evitar acidentes

Por Paulo Campo Grande Atualizado em 9 nov 2016, 14h33 - Publicado em 22 jun 2015, 13h52
geral

Sistemas como os que advertem sobre mudanças involuntárias de faixa e veículos ocultos nos pontos cegos dos retrovisores, entre outros, ajudam os motoristas a evitar acidentes, mas fazem isso somente quando a manobra que originou a situação de risco já está em andamento. Eles não conseguem prever as manobras que ainda não tenham sido iniciadas.

Pensando nisso, estudantes das universidades americanas de Cornell e Stanford desenvolveram um dispositivo capaz de monitorar os motoristas e avisar os sistemas de segurança do carro sobre o que está por vir.

Batizado de Brain4cars (cérebro para carros), o invento consiste de um processador que calcula a probabilidade de uma manobra ocorrer. Ele faz isso cruzando informações da central eletrônica do carro, mapas digitais, sinal de GPS e duas câmeras, uma interna, que filma o motorista, e outra

externa, que registra o trânsito.

A câmera interna monitora os movimentos faciais do condutor e compara as imagens captadas a um banco de dados com os padrões de comportamento humano ao volante, pesquisado durante a fase de desenvolvimento do sistema.

Segundo os estudantes, em testes preliminares, o Brain4cars conseguiu um índice de acerto de 80%, antecipando as manobras em cerca de 3,5 segundos, graças ao processador que necessita de apenas 3,6 milissegundos para analisar uma situação.

CÂMERA INTERNA

O sistema rastreia diversos pontos na face do motorista. De acordo com o padrão de comportamento gravado no banco de dados do sistema, por exemplo, antes de virar à direita, o motorista costuma olhar primeiro para o trânsito a sua direita e depois para os carros que vêm da esquerda. Já ao se aproximar de um cruzamento, a atitude típica é a de elevar o olhar e se focar no tráfego que circula à frente.

Continua após a publicidade

MAPAS DIGITAIS

Ajudam nas situações em que a câmera interna identifica que o motorista tem a intenção de fazer alguma manobra perigosa, como entrar em uma rua na contramão, por exemplo.

SINAL DE GPS

Por meio dos satélites, o Brain4cars sabe exatamente a posição do veículo na pista e sua aproximação de zonas de conversões, cruzamentos e semáforos.

CÂMERA EXTERNA

Registra o trânsito e pode, por exemplo, detectar se o veículo à frente freia enquanto a câmera interna mostra que o motorista está olhando para o lado, preparando-se para mudar de faixa.

ECU

A central eletrônica do motor participa das estatísticas do sistema fornecendo a velocidade real do carro, informação útil no cálculo das probabilidades.

Continua após a publicidade

Publicidade