Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Baixa procura pelo ATS e CTS força Cadillac a demitir funcionários

Um turno de produção dos modelos foi cortado nos Estados Unidos

Por Cadu Tupy Atualizado em 9 nov 2016, 14h10 - Publicado em 16 nov 2014, 17h53
fabricantes

A baixa procura pelos modelos ATS e CTS, nos Estados Unidos, forçou a Cadillac a demitir 350 funcionários da sua planta na cidade de Lansing Grand River, no estado de Michigan, após a montadora estadunidense cortar um dos dois turnos de produção dos modelos. A medida entrará em vigor a partir de janeiro, como parte de um plano para fazer com que a construção dos carros seja feita mais de acordo com a demanda do mercado.

Com a medida, a fábrica continuará com aproximadamente 1.075 funcionários. Segundo Bill Grotz, porta voz da marca, a medida fará com que o turno restante trabalhe um pouco a mais do que antes para compensar uma parte da quantidade de produção perdida, sendo que no decorrer do próximo ano, quando a próxima geração do Chevrolet Camaro chegar, o segundo turno deverá ser reinstituído.

Publicidade