Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Audi lança A3, A4 e A5 híbridos e promete recarga ultrarrápida nas lojas

Sistema de 48V ajuda a ampliar participação de híbridos e elétricos nas vendas da Audi; segmento deve ser maioria ainda em 2024

Por Eduardo Passos
7 jul 2022, 19h43

A Audi segue expandindo sua linha de eletrificados no Brasil, e agora lança os novos Audi A3 em versões híbridas leves. É uma informação que já havia sido adiantada por QUATRO RODAS; a reportagem, entretanto, apostava em sistema de 48V aliado a um motor 1.5, que não veio. A montadora aproveitou a abertura do Festival Interlagos para explicar diferenças entre a eletrificação do A3, A4 e A5 e anunciar planos no segmento.

No caso dos Audi A3 Sedan e Sportback, a alemã usará o conhecido motor 2.0 TFSI. Aliado ao sistema elétrico, o motor a combustão ficou um pouco mais potente: agora são 204 cv — 14 cv extras. O torque, por outro lado, foi reduzido a 30,6 kgfm, 2 kgfm a menos que antes.

São mudanças necessárias para enquadrar o modelo nas regras ambientais, que seguem ficando mais rígidas. A Audi garante que a condução esportiva se mantém, com o A3 indo de 0 a 100 km/h nos mesmos 7,4 s de antes.

Continua após a publicidade

Já os Audi A4 e A5 tiveram potência elevada a 204 cv mas mantiveram os 32,6 kgfm. Desse modo, o sedã médio diminui seu tempo de arrancada para 7,1 s (0,2 s a menos), enquanto o luxuoso Audi A5 agora faz 0 a 100 km/h em 7,2 s (0,1 s a menos).

Família A estreia no mundo elétrico com hibridização leve
Família A estreia no mundo elétrico com hibridização leve (Divulgação/Audi)

Diferenças importantes

Modelo de entrada da família, o Audi A3 será o único que receberá o sistema híbrido leve mais conhecido, de 48V. Os Audi A4 e A5 usarão uma versão ainda mais leve, com tensão de 12V.

Na prática, as diferenças entre os sistemas de 48V e 12V estão no consumo e em condições específicas de performance. Quando a energia das baterias é usada para dar uma força ao 2.0, por exemplo, o 48V é capaz de acrescentar até 8,1 cv extras, enquanto o 12V se limita a 2,7 cv.

Continua após a publicidade

Os dados de fábrica, porém, indicam que outros detalhes pouco variam: o torque extra é idêntico em ambos, 6,1 kgfm. A economia de combustível devido ao desligamento do motor a combustão é de 300 ml a cada 100 km no 12V, enquanto no 48V deixa-se de gastar 400 ml na mesma distância.

Entregas de carros da Audi serão feitos com o caminhão elétrico nacional Volkswagen E-Delivery
Entregas de carros da Audi serão feitos com o caminhão elétrico nacional Volkswagen E-Delivery (Divulgação/Audi)

Futuro elétrico

Fazendo da obrigação uma oportunidade, a Audi quer que os novos híbridos leves de sua linha incrementem sua venda de eletrificados. A montadora acredita que, no Brasil, híbridos e elétricos já responderão pela maioria das vendas daqui a dois anos. Em 2025, apronta a projeção, 66% dos Audi vendidos terão algum tipo de propulsão elétrica, forçados pelas novas regras de emissões.

Na esteira de outras fabricantes, a marca anunciou R$ 20 milhões em investimentos para instalar carregadores ultrarrápidos em suas 42 concessionárias brasileiras. Com 150 kW de potência, os eletropostos de corrente direta (DC) serão abertos a veículos de outras montadoras e prometem ser um “ponto de peregrinação” nas cidades em que forem instalados, afinal de contas essa potência é suficiente para carregar os mais diversos modelos em apenas alguns minutos.

Preços do novo Audi A3:

  • A3 Sedan 2.0 S line TFSI S tronic (22/22): R$ 269.990,00
  • A3 Sportback 2.0 S line TFSI S tronic (22/22): R$ 269.990,00
  • A3 Sedan 2.0 Performance Black TFSI S tronic (22/22): R$ 289.990,00
  • A3 Sportback 2.0 Performance Black TFSI S tronic (22/22): R$ 289.990,00
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.