Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Audi e Porsche estarão na Fórmula 1 em 2026, diz CEO da Volkswagen

As duas marcas de luxo estão confirmadas pra temporada de 2026. A Porsche deve se juntar a Red Bull e a Audi poderia até comprar a McLaren

Por Lukas Kenji 2 Maio 2022, 14h48

Audi e Porsche vão entrar Fórmula 1 a partir de 2026. O CEO da Volkswagen, Herbert Diess, afirmou que as montadoras de luxo que fazem parte do conglomerado alemão devem desenvolver projetos em parceria com escuderias que já fazem parte da maior categoria do automobilismo mundial.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

Em uma live realizada no canal do Grupo Volkswagen, o executivo não forneceu detalhes sobre a negociação, mas deixou claro que o projeto em torno da Porsche está mais avançado.

Há conversas para que a marca desenvolva uma colaboração junto à Red Bull, com quem a montadora de Zuffenhausen já trabalha no Mundial de Rali (WRC). A Alpha Tauri, equipe secundária do time austríaco, também pode ser contemplada.

Já a Audi pode adotar outra estratégia. Há rumores de que a fabricante estaria pronta para fazer uma proposta de 500 milhões de euros (cerca de R$ 26,4 bilhões, em conversão direta) para adquirir as operações da McLaren.

Continua após a publicidade

Seja como for, a entrada da dupla alemã na F1 só pode ocorrer daqui a quatro anos, quando acontece uma “janela de tecnologia”. O termo utilizado pelo chefão da VW tem a ver com as novas regras para desenvolvimento de motores. A resolução ainda está em desenvolvimento, mas deve ter como princípio uma troca de sistemas de baterias elétricas. Sairá de cena o MGU-H, para dar lugar ao MGU-K, tido como mais eficiente.

Compartilhe essa matéria via:

Ainda segundo Diess, a entrada das marcas do Grupo Volkswagen na F1 tem apelo no marketing e no bolso. A competição teve aumento de audiência, especialmente nos Estados Unidos, e já é vista como rentável. Por outro lado, pode haver uma diminuição na participação em outras categorias.

As duas já participaram da F1

Tanto Audi, quanto Porsche já tiveram participações na Fórmula 1. A marca das argolas foi mais tímida. Junto a outras três marcas alemãs, formaram a Auto Union, que disputou corridas na década de 1930 e faturou o título da temporada 1936. O grupo foi comprado nos anos 1960 pela Volkswagen e deixou as pistas.

Já a Porsche teve um envolvimento mais duradouro com a F1. A participação da marca começou em 1957 e foi paralisada em 1962. Houve um retorno na década de 1980, em uma parceria com a McLaren que rendeu dois títulos de construtores. A despedida da categoria veio em 1991, quando a montadora forneceu motores para o time Footwork.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês