Audi deixa WEC e provas de endurance no fim de 2016

Maior vencedora de Le Mans nas últimas duas décadas, marca concentrará esforços na Fórmula E

Audi R18 1 Fabricante de Ingolstadt conquistou 13 vitórias nas 24h de Le Mans

Fabricante de Ingolstadt conquistou 13 vitórias nas 24h de Le Mans  (/)

O Campeonato Mundial de Endurance (WEC) perderá uma de suas principais montadoras a partir de 2017. A Audi anunciou nesta quarta-feira, 26 de outubro, que abandonará a categoria ao final da atual temporada. Nas últimas semanas, a imprensa europeia vinha especulando sobre a saída da marca da WEC, mas apenas no fim de 2017.

Durante os 18 anos em que participou das provas de longa duração, a Audi conquistou 13 vitórias nas 24 Horas de Le Mans, a mais difícil e badalada corrida de resistência do automobilismo mundial.  Juntamente com a equipe Joest Racing, a marca das quatro argolas consagrou Tom Kristensen como o maior vencedor de Le Mans, com nove vitórias – sendo seis delas consecutivas. Neste período, a marca também conquistou dois títulos de Construtores do Mundial de Endurance e nove títulos consecutivos da American Le Mans Series, principal categoria da América do Norte.

Audi-R18-3 R18 e-tron em ação nas 6h de São Paulo de 2014

R18 e-tron em ação nas 6h de São Paulo de 2014  (/)

“Após tanto tempo disputando corridas de protótipos, obviamente é extremamente difícil sair. A Audi Sport Team Joest marcou época durante seu período no WEC como nenhuma outra equipe. Gostaria de expressar meus agradecimentos à nossa equipe, a Reinhold Joest e a este time, aos pilotos, parceiros e patrocinadores por essa cooperação extremamente bem-sucedida. Foram grandes tempos”, afirmou o diretor-esportivo da Audi, Wolfgang Ullrich, diante de 300 funcionários do departamento de esportes a motor da marca.

O CEO da Audi, Rupert Stadler, afirmou que a decisão de voltar os esforços para a Fórmula E visa manter a empresa competitiva no mundo do automobilismo. A permanência na DTM, categoria de carros de turismo da Alemanha, está assegurada, tanto que a Audi já iniciou o desenvolvimento do novo carro para a temporada 2017.

“Estamos encarando a corrida para o futuro com a energia elétrica. Como nossos automóveis estão começando a ser cada vez mais elétricos, decidimos fazer o mesmo com nossos carros de corrida”, declarou o executivo.

Audi R18 2 Piloto da Audi há três anos, Lucas di Grassi defenderá marca na Fórmula E

Piloto da Audi há três anos, Lucas di Grassi defenderá marca na Fórmula E  (/)

Presente na Fórmula E desde o início da categoria como parceira da equipe Team Abt, a Audi se envolverá integralmente com a F-E a partir de 2018. Piloto de fábrica desde 2013 e titular da Audi Sport Team Joest nas últimas duas temporadas, Lucas di Grassi permanecerá vinculado à marca das argolas na Fórmula E, onde compete desde 2014 e já possui um vice-campeonato no currículo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s