Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Atual CEO não deixará Ferrari

Amadeo Felisa tem permanência assegurada no cargo

Por Vitor Matsubara Atualizado em 9 nov 2016, 14h12 - Publicado em 2 dez 2014, 11h36
mercado

A Ferrari anunciou que seu atual CEO, Amadeo Felisa, será mantido no cargo, pelo menos por enquanto. Recém-separada do resto do grupo Fiat Chrysler Automobiles, a empresa passa por um momento de mudanças, que culminará com a oferta pública de ações no mercado a ser realizada nos próximos meses.

“Não haverá nenhuma mudança no cargo de CEO”, afirmou à imprensa o diretor executivo da FCA, John Elkann.

Após mais de duas décadas trabalhando na Alfa Romeo, Felisa se mudou para a Ferrari em 1990 e foi nomeado diretor-geral em 2006, assumindo o posto de CEO em 2008. Desde então, ele sempre se reportou ao então presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo. No entanto, a chegada de Sergio Marchionne para o lugar de Luca colocou o futuro de Felisa em xeque. Além de comandar a Ferrari, Marchionne também é o manda-chuva da FCA.

Continua após a publicidade

Publicidade