Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Aston Martin tira Cygnet de linha

Subcompacto de luxo era baseado no Toyota iQ

Por Vitor Matsubara Atualizado em 9 nov 2016, 12h45 - Publicado em 1 out 2013, 13h54
fabricantes

O subcompacto Cygnet não faz mais parte da linha Aston Martin. Segundo informações da revista Autocar, um porta-voz da marca confirmou a descontinuação do modelo e afirmou que não há planos de ingressar neste segmento novamente. A empresa deverá concentrar seus esforços nos modelos superesportivos que fizeram sua fama em mais de 100 anos.

Baseado no Toyota iQ, o Cygnet surgiu como solução paliativa para a marca continuar desenvolvendo seus esportivos. Isso porque as leis inglesas de emissões de poluentes são medidas por uma média de todos os modelos de cada montadora. Como os esportivos nunca foram muito amigos da natureza, a Aston Martin lançou o Cygnet – que emite apenas 120 gramas de CO2 por quilômetro rodado – para equilibrar a equação.

O pequeno Aston foi lançado em 2011 com um motor 1.3 de quatro cilindros movido a gasolina, com 97 cv. Vendido por 30.995 libras esterlinas, era essencialmente um iQ com a tradicional grade frontal dos modelos Aston Martin. O interior tinha materiais nobres e espaço para até três passageiros. A Autocar estima que haja apenas 143 exemplares rodando pelo Reino Unido.

Continua após a publicidade

Publicidade