Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

AMG garante sobrevivência do motor V12

Adição de tecnologia híbrida reduzirá emissões do bloco

Por Cadu Tupy Atualizado em 9 nov 2016, 14h08 - Publicado em 27 out 2014, 11h57
fabricantes

O chefe da AMG, Tobias Moers, confirmou que o motor 6.0 litros V12 da montadora alemã não será deixado de lado nos próximos anos, mesmo com as regulamentações de eficiência e emissões de CO2 cada vez mais rigorosas na Europa e na China, durante entrevista para o site Autocar.

Para assegurar a continuidade do bloco, Moers confirmou que o motor será eletrificado de alguma forma, porém sem entrar em detalhes de como isso será feito. Uma alternativa seria adicionar mais quatro cilindros no recém-lançado bloco V8 4.0 litros, porém, segundo Moers, a baixa demanda pela cilindrada maior não justificaria o investimento.

Ainda durante a entrevista, quando questionado sobre o AMG GT, Tobias falou que o modelo “está esgotado até 2016”, e ainda confirmou que a montadora não está pensando em fazer versões movidas a diesel ou com tração integral do esportivo, que ganhou diferencial de derrapagem limitada como padrão.

Continua após a publicidade

Publicidade