Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Nissan Leaf pode sair de linha em 2025 para dar lugar a um SUV elétrico

Até seria possível atualizar o compacto, mas custos de produção devem fazer Nissan substitui-lo por SUV compacto em plataforma nova

Por Eduardo Passos 16 jul 2022, 10h13

De tão pioneiro, o Nissan Leaf pode estar perto de ser um dos primeiros elétricos a ser aposentado. Segundo informações da Automotive News, fontes na Nissan garantem o fim do Leaf já em 2025, com sucessor mais “afinado” ao novo consumidor de carros elétricos.

É uma informação bem parecida com a dada no mês passado, pelo site americano MotorTrend. De acordo com a publicação, o substituto do Leaf seria uma versão final do Chill-Out, um SUV cujo conceito foi apresentado no ano passado.

Segundo o MotorTrend, a transformação do Leaf em SUV ocorrerá por uma necessidade, já que os utilitários caminham para dominar o gosto do consumidor. A montadora japonesa não comentou as especulações, mas deixou aberto ao Automotive News a possibilidade de algo novo ligado ao carro.

Continua após a publicidade

Versão final do Nissan Chill-Out (foto) deve substituir o atual Leaf
Versão final do Nissan Chill-Out (foto) deve substituir o atual Leaf por volta de 2025 Divulgação/Nissan

Marcas do tempo

Lançada em 2018, a atual geração do Nissan Leaf chegou ao Brasil um ano depois, em movimento ousado da marca. Em uma indústria tão aquecida quanto à dos elétricos, porém, esses quatro anos já causam “rugas”.

Desse modo, o Leaf seria vítima da febre dos SUVs que ganhou o mundo recentemente. Ainda que um compacto pudesse ser a escolha mais racional, os utilitários vêm mostrando vantagem no gosto popular, de modo que a Chevrolet, por exemplo, tratou de criar uma variante SUV ao novo Bolt.

Nissan Leaf
Bateria refrigerada a ar seria outro problema do atual Leaf Christian Castanho/Quatro Rodas

A Nissan até poderia fazer isso, mas os custos seriam proibitivos. “Você não pode chegar na cara de pau e dizer: ‘ei, preciso de mais um bilhão para atualizar o Leaf”, disse um ex-executivo da Nissan ao AN.

Desse modo, faria mais sentido aos japoneses lançarem o sucessor do Leaf sobre a plataforma CMF-EV, compartilhada com a Renault. Base do Nissan Ariya e Mégane E-Tech, essa arquitetura daria origem a um SUV compacto, com baterias de estado sólido.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês