Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

BYD testa no Brasil seus híbridos mais baratos, que chegam até julho

Enquanto o King virá para tentar desbancar o Corolla, o Song Pro chegará primeiro, já em junho, contra Corolla Cross, Compass e Tiggo 7

Por Guilherme Fontana Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
13 Maio 2024, 14h00

A BYD já testa em solo nacional os seus próximos lançamentos para o Brasil. O sedã médio King e o SUV Song Pro serão os híbridos mais baratos da marca chinesa por aqui, e entrarão em disputas de gente grande. Os modelos foram flagrados com camuflagem em Campinas, interior de São Paulo.

O primeiro a chegar será o BYD Song Pro, já no próximo mês de junho, de olho em modelos como Corolla Cross e Compass. Posicionado abaixo do atual Song Plus, que recentemente ganhou bateria maior para afastar-se do “irmão” menor, o SUV poderá ficar abaixo dos R$ 200.000, mas manterá um nível alto de equipamentos.

BYD Song Pro 2024 2025 dmi-i
BYD Song Pro 2025 dmi-i (Divulgação/BYD)

Entre os itens cotados estão a central multimídia giratória de 15,6 polegadas, quadro de instrumentos digital, ar digital de duas zonas, banco do motorista com ajustes elétricos e carregador de celulares por indução. O acabamento, segundo visto em unidades chinesas, é de qualidade, com variedades em texturas e superfícies emborrachadas, mas com mais peças de plástico rígido.

Compartilhe essa matéria via:

A motorização do Song Pro combina um motor 1.5 aspirado a outro elétrico. Juntos, eles entregam uma potência combinada de 197 cv. Diferentemente do Corolla Cross, porém, o BYD é um híbrido plug-in, ou seja, que necessita de recargas em redes elétricas externas.

Continua após a publicidade
BYD Song Pro 2024 2025 dmi-i
BYD Song Pro 2025 dmi-i (Divulgação/BYD)

Permanece em segredo o tamanho da bateria a ser utilizada no modelo importado ao Brasil, já que na China há opções de 12,9 e 18,3 kWh.

Já o BYD King, que chega logo em seguida, no mês de julho, terá uma missão tão árdua quanto a do Song Pro: tirar o reinado do Toyota Corolla sedã. Para isso, ele promete ir além de design, espaço e equipamentos, mas focar em desempenho e consumo/autonomia.

Flagra do BYD King
Flagra do BYD King (Sandra Timossi/Quatro Rodas)

O conjunto mecânico do sedã médio para o Brasil ainda não é conhecido, já que existem duas opções na China. Porém, mesmo com a motorização de entrada (que é a mesma do atual Song Plus), são números superiores aos do Corolla. Trata-se de um motor 1.5 aspirado de 110 cv unido a um elétrico de 179 cv. Juntos, entregam 224 cv. A bateria tem 8,3 kWh de capacidade, com 46 km de autonomia elétrica e necessidade de recarga.

Continua após a publicidade
BYD King DM-I 2024
BYD King DM-I 2024 (Divulgação/BYD)

Na versão mais cara, o King combina o mesmo motor 1.5 de 110 cv a um elétrico mais potente, de 197 cv. Neste caso, a bateria também é maior, de 18,3 kWh, que promete alcance elétrico de 120 km. uma autonomia combinada de 1.200 km e consumo de 28 km/l.

Por dentro há materiais emborrachado, variedade de texturas, tela giratória de 15,6″, quadro de instrumentos de 8,8″ e seletor de marchas giratório.

BYD King DM-I 2024
BYD King DM-I 2024 (Divulgação/BYD)
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.