Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

O que é uma biela fraturada?

Método obtém uma peça mais leve e resistente que a biela convencional

Por Da Redação Atualizado em 3 Maio 2021, 16h43 - Publicado em 13 mar 2017, 20h04
Pistão
arquivo/Quatro Rodas

O que é uma biela fraturada? – Leandro Souto Souza, Salvador (BA).

O consultor automotivo da QUATRO RODAS, Fábio Fukuda, explica que a biela fraturada é forjada numa única peça e depois é separada através da ruptura do material em um ponto predeterminado para se formar o par: biela e capa de biela. Daí a razão de ser “fraturada”.

Na biela tradicional, a peça é forjada em duas partes separadas, que depois recebem dois pinos localizadores para fazer a união. A biela fraturada é superior porque as duas peças voltam a se unir durante o processo de montagem no virabrequim obtendo um encaixe perfeito entre biela e capa, eliminando o uso de pinos, diminuindo sua massa em rotação e os ruídos e a vibração do conjunto.

Outra vantagem é que, por ser feita numa única peça, ela é mais uniforme e menos propensa a deformações, além da maior rapidez para a sua produção.

As bielas fraturadas são comuns na indústria automotiva há alguns anos – inclusive no Brasil. O motor 1.0 16V do Fiat Palio lançado em 2001, por exemplo, já era assim equipado. No ano seguinte, a Volks adotaria esse tipo de componente na linha de motores EA 111.

Continua após a publicidade

Publicidade