Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Medidas para poupar

Pequenas mudanças na rotina que podem fazer você economizar até 3500 reais em um ano

Por Eduardo Hiroshi | Imagem: Mauro Souza Atualizado em 22 abr 2021, 14h34 - Publicado em 9 out 2012, 14h13

servicos servicos

Você acha que o orçamento está apertado e não tem mais onde cortar gastos? Saiba que alterar alguns hábitos com o carro podem lhe render economia suficiente para comprar uma TV de 46 polegadas ou fazer uma viagem à Europa. Duvida? Fizemos a seguir uma simulação com o VW Gol 1.6, mas faça as contas com seu carro e descubra que a economia pode ser ainda maior.

1 Combustível

Custo normal: R$ 3 713,09

Custo reduzido: R$ 2 544,48

Economia: R$ 1 168,61

Muitos nem fazem ideia de quanto custa o combustível na bomba em que abastecem, afinal vão lá há anos apenas por hábito ou confiança. Mas já viu que o posto no fim da rua é um pouco mais barato? Uma diferença de centavos pode pesar muito no bolso em 12 meses. Confira o cálculo: segundo as seguradoras, um brasileiro típico roda 15000 km por ano. Um Gol 1.6 faz 7,6 km/l de etanol na cidade, de acordo com nosso teste de pista. Portanto, um motorista que rode só na cidade gastará 1 974 litros. Segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo), o preço médio do álcool no Brasil em setembro era 1,881 real. Assim, o gasto anual será de 3 713,09. Mas as variações são grandes: o menor valor encontrado pela ANP foi 1,289 real. No ano, a economia seria de 1 168,61 reais. Mas você tem medo de preços baixos demais? Tem toda a razão, pois podem indicar combustível de má qualidade. Para ajudá-lo nisso, o site da ANP (www.anp.gov.br) tem a lista com locais autuados por venda de combustível irregular. Geralmente, postos instalados em grandes hipermercados, como Extra e Carrefour, oferecem preços melhores. Já os locais em avenidas muito movimentadas ou na estrada cobram mais caro.

2 Lavagem

Custo normal: R$ 360

Custo reduzido: R$ 60

Economia: R$ 300

Já que o assunto é posto de combustível, é comum ver algumas promoções do tipo “Abasteça 20 litros e ganhe uma ducha”. Em alguns casos, há a lavagem com sabão e (raras vezes) até limpeza interna. Em outras, você paga só 5 ou 10 reais. Em cidades poluídas como São Paulo, aconselha-se lavar o carro uma vez por semana, mas quem faz a limpeza uma vez por mês gastará 360 reais, considerando que uma lavagem média sai por 30 reais. Se pagar apenas 5 no posto, vai economizar 300 até o fim do ano.

3 Troca de óleo

Custo normal: R$ 945

Custo reduzido: R$ 470

Economia: R$ 475

Algumas concessionárias permitem que o dono do carro faça as trocas de óleo, fluido de freio e líquido de arrefecimento fora da autorizada (veja no manual se é o caso do seu carro). Se o veículo está fora da garantia, é mais simples ainda. No caso do Gol, os preços médios na concessionária são 289 reais para a troca de óleo com filtro, 187 para fluido de freio e 180 para água do radiador, com aditivo. O total é de 656 reais, com mão de obra. Como a média de quilometragem é de 15 000 km, serão duas trocas de lubrificante no ano, totalizando 945 reais. Procurar uma loja especializada em troca de óleo é uma opção mais barata que a autorizada e postos de gasolina. Na rede Rei do Óleo, o mesmo Gol requer 174,50 reais no óleo, 51 no fluido e 70 no líquido de arrefecimento, totalizando 470 reais se forem duas trocas por ano. Em São Paulo, as maiores lojas de autopeças cobram um valor simbólico. A MercadoCar, por exemplo, pede 3 reais, desde que o cliente compre o óleo na loja.

4 Calibragem dos pneus

Custo com pneus descalibrados: R$ 4 455,71

Continua após a publicidade

Custo com pneus calibrados: R$ 3 713,09

Economia: R$ 742,62

A calibragem correta dos pneus é um item importante para garantir segurança e também o baixo consumo de combustível. Murchos, os pneus tendem a apresentar desgaste acentuado nas bordas da banda de rodagem e nos ombros. Além disso a superfície em contato com o solo aumenta, o que eleva o atrito e a força necessária para deslocar o carro. Fábricas de pneus estimam que o aumento de consumo com 4 libras/pol2 (psi) a menos aumenta o consumo em até 20%. Aplicando o exemplo genérico, o consumo anual de etanol aumentaria para 4 455,71 reais, ou seja, 742,62 adicionais.

5 Estacionamento

Custo normal: R$ 3 600 (300 x 12)

Custo reduzido: R$ 2 400

Economia: R$ 1 200

Por questão de comodidade, a maioria procura estacionar o carro o mais perto possível do trabalho. Quem fica em regiões muito valorizadas, porém, paga mais caro. Em São Paulo, um estacionamento 24 horas em regiões nobres chega a custar 300 reais por mês. Ande um pouco mais e procure um estacionamento mais barato. Caminhar 2 km por dia (um para ir e outro para voltar) faz bem para a saúde e para o bolso. Pesquisar locais um pouco mais distan- tes pode representar economia de até 100 reais. No fim do ano, são 2 400 reais de economia. O mesmo vale se você costuma ir a bares ou restaurantes.

6 IPVA

Custo normal: R$ 1 007,85

Custo reduzido: R$ 977,62

Economia: R$ 30,23

Em São Paulo, pagar o IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) à vista significa economia de 3%.Vale fazer esse esforço, pois nenhuma aplicação financeira rende 3% nesse período.

CUSTO ANUAL TOTAL: R$ 10 368,55

CUSTO ANUAL REDUZIDO: R$ 6 752,10

ECONOMIA: R$ 3 616,45 (35%)

CALOR!

Se você não for
do tipo calorento, é possível economizar um bom dinheiro desligando o ar-condicionado,
já que ele pode aumentar o consumo em 20%, dizem as fábricas. No caso do nosso Gol hipotético, 
a diferença são 743 reais de gasto extra de álcool. Por isso, procure usar o equipamento com sabedoria, ligando-o somente nos horários mais quentes do dia.
Se você pega muita estrada, saiba que andar com as janelas abertas pode ainda aumentar
o consumo em cerca de 5%.

Continua após a publicidade

Publicidade