Caixa de direção do Celta

Donos relatam excesso de folga que pode deixar o carro sem controle

auto-defesa auto-defesa

auto-defesa (/)

O empresário Basilio Monteverde Netto é proprietário de uma autoescola de Linhares (ES), que incorporou a sua frota 15 Chevrolet Celta novos. Imagine sua surpresa ao descobrir que, em menos de um ano de uso, oito deles apresentaram problemas na caixa de direção, como folgas e ruídos. “Já tive de trocar quatro conjuntos completos por causa disso”, diz Basilio. “Mas o pior foi quando a caixa saiu do suporte de fixação e comprometeu completamente a dirigibilidade. O carro não tinha nem 5 000 km rodados.” O defeito se manifesta tanto em veículos que têm direção hidráulica como mecânica.

O empresário afirma que o problema está na bucha de fixação, que com o tempo solta da caixa, deixando no volante uma folga tão grande que fica difícil controlar o automóvel. “A solução foi trocar as buchas atuais por aquelas que equipavam os Celta mais antigos, de 2011 para trás. Funcionou, pois até agora o defeito não voltou”, afirma.

Esse conserto é o mesmo utilizado pelo técnico Matheus Perdigão, dono do centro automotivo THC1, de Belo Horizonte (MG). “Prestamos serviço para uma frota que possui cinco Celta e todos apresentaram essa mesma falha. O problema é na bucha dos modelos 2012 em diante, que perdeu algumas ranhuras que melhoravam a fixação da peça. Passei a usar as antigas e deu certo”, afirma Matheus.

O técnico explica que o maior perigo da nova bucha é o risco de ela se soltar e fazer o motorista perder o controle, situação que já ocorreu com o também dono de autoescola Anderson Perozini, que possui 17 Celta na sua frota. “Um dos meus instrutores estava dirigindo quando, de repente, o volante parou de responder e ele não conseguiu fazer a curva. Ainda bem que não houve acidente, mas o que aconteceria se um dos alunos é que estivesse guiando?”, diz Anderson. “Aqui, 90% dos Celta 2012 e 2013 já apresentaram folga na direção.”

O POVO RECLAMA

“Num carro de menos de 5 000 km, a caixa de direção perdeu a fixação, criando o risco de acidente.” Monteverde Netto, empresário, Linhares (ES), dono de uma frota com 15 Celta

“Um dos meus instrutores de direção perdeu o controle de repente e não conseguiu fazer uma curva. E se tivesse acontecido com um aluno?” Anderson Perozini, empresário, Serra (ES), dono de uma frota que possui 17 Celta

RESPOSTA

Até o fechamento desta edição, a GM não se pronunciou oficialmente sobre o assunto.

CONTE-NOS SEU PROBLEMA

Seu carro tem algum defeito de fabricação ou de projeto que o deixa irritado? Ouviu falar de problema que mereça um recall? Passou por uma situação em que seus direitos de consumidor foram violados? Então escreva para nós: 4rodas.abril@abril.com.br

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s