Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

10 cuidados ao sair para comprar um carro

Você reservou um dia do final de semana para visitar concessionárias atrás de um carro novo (ou usado)? Siga as dicas antes de sair de casa:

Por Ulisses Cavalcante Atualizado em 22 abr 2021, 23h41 - Publicado em 16 out 2015, 20h14
foto
Todo o cuidado é pouco na hora de escolher o carro Getty Images/Getty Images

 

Pesquise os preços antes de ir para as lojas

Saiba quanto vale o seu carro e o preço do modelo que pretende comprar – pela Tabela FIPE, por exemplo. É fundamental ter essas referências para pechinchar e conseguir o máximo de valor possível pelo seu carro atual.

Procure por sinais de reparo

Ao encontrar um carro interessante, procure por indícios de consertos. Observe os parafusos: se tiverem sinais de ferramentas, significa que algum serviço teve de ser feito. Tente descobrir qual foi.

Olhe a textura da pintura contra o sol. A superfície tem de ser uniforme em toda a lataria. Diferenças são sinais de reparos. E sempre – sempre – carros usados terão alguma “maquiagem”, nem que seja uma lavagem no motor ou cristalização na pintura.

Escolha um dia ensolarado para caçar

Não analise carros no escuro ou sob chuva. Um dia claro é o ideal para encontrar problemas. O dono não quer deixar você ver o carro fora da garagem do subsolo? Desista.

Informe-se sobre financiamentos

Os vendedores irão tentar convencê-lo a fazer um financiamento dentro da loja – inclusive com argumentos de que têm as melhores taxas do mercado. Não caia nessa. Pesquise em seu banco antes de fechar negócio.

Continua após a publicidade

Faça como a Lady Gaga: capriche na poker face

Gostou de um carro? Não demonstre suas emoções. A informação mais valiosa para o vendedor é perceber que aquele é o carro da sua vida. Se isso ocorrer, a chance de a negociação não ficar a seu favor é grande.

Só revele a forma de pagamento após ter negociado o preço. E concessionária não é feira livre: pagamentos à vista não necessariamente são bons negócios para o vendedor. Ele ganha mais dinheiro se você financiar.

Negocie o preço

Normalmente os carros têm margens elevadas já supondo que as pessoas irão negociar. Quem não negocia, paga mais caro.

Limpe seu carro usado

Os avaliadores de lojas sempre tentarão pagar o mínimo possível pelo seu carro. E sujeira conta pontos negativos: se você é um porcalhão, será mal avaliado. A forma como você trata seu carro causará impacto direto no preço de avaliação.

Não compre por impulso

Visite mais de uma loja. Conheça modelos diferentes. Só assim você evita amor à primeira vista, um perigo que esconde problemas futuros.

Faça o test-drive

Isso vale para novos ou usados. Se você nunca dirigiu o modelo na sua mira, pode descobrir características que não lhe agradam. Em seminovos, é a única forma de detectar problemas na unidade.

Consulte o site da QUATRO RODAS

O carro que você está interessado já passou por nosso teste de Longa Duração? Já foi avaliado por nossos especialistas? Foi assunto da nossa seção Usado do Mês? E no comparativo com rivais da mesma categoria, como ele se saiu? Tudo isso pode te ajudar a fundamentar sua escolha para que você não se arrependa depois.

Continua após a publicidade

Publicidade