10 clones chineses mais descarados

Mesmo adotando, aos poucos, suas próprias identidades visuais, os chineses ainda são campeões quando o assunto é cópia descarada

landwind-x7

Landwind X7

Beijing Auto BJ20 

Beijing-BJ20-Cherokee-Evoque

Beijing Auto BJ20 em destaque, Jeep Cherokee (vermelho) e Range Rover Evoque no canto inferior direito

O modelo ainda nem foi lançado oficialmente, mas já pode ser considerado como uma cópia descarada. A dianteira, claramente “inspirada” no atual Jeep Cherokee, tem o conjunto óptico dividido em dois pares, sendo um filete de leds próximo ao capô e o farol principal logo abaixo. O que dizer, então, das grades cromadas, típicas dos Jeep? Seguindo pelas laterais, o BJ20 remete ao Renegade com traços retilíneos e sólidos. Na traseira, surpresa! Eis mais uma cópia de Range Rover Evoque. Na mecânica, o chinês leva um motor 1.5 turbo de 149 cv, transmissão automática de seis velocidades e tração dianteira padrão.

Jiangsu Daojue Dojo Pioneer EV

Dojo-Ka-Aston-Martin

Ford Ka em destaque, Aston Martin Cygnet ? esquerda e Dojo Pioneer ? direita

O nome é grande, mas o carro é bem pequeno. Apesar disso, ele não perdoou dois modelos de nichos completamente distintos: Ford Ka e Aston Martin Cygnet. A grade é idêntica à vista no pequeno Aston baseado no Toyota iQ – que por sua vez também parece ter servido de inspiração para o Ka. Os faróis são um misto dos dois modelos originais, enquanto o logo instalado acima da grade vem da Ford. Inicialmente, o pequeno elétrico chinês havia sido apresentado com logos na cor verde, como na imagem acima. No entanto, as unidades de produção têm o oval na cor azul e a mesma fonte utilizada nos Ford. Coincidência? Achamos que não…

Geely GE

Geely-Rolls-Royce

Geely GE acima e Rolls-Royce abaixo

Nem a aristocracia escapou. Apresentado em 2009 como conceito, o Geely GE (que veio a tornar-se Emgrand GE em 2011) era quase que uma cópia fiel do clássico Rolls-Royce. Os traços robustos e retilíneos típicos do sedã de alto luxo, além dos faróis retangulares com auxiliares redondos, estavam presentes no modelo. O luxo e o espaço para os passageiros, porém, ficavam muito aquém do Rolls-Royce legítimo.

JAC Refine A60

JAC-Audi

JAC A60 acima, em preto, e Audi A6 abaixo, em branco

A JAC talvez seja, atualmente, a marcha chinesa com maior personalidade visual. Provas disso são os desenhos dos atuais J3, J5 e J6, que não geram comparações com nenhum outro modelo disponível no mercado. No entanto, a fabricante ainda comete alguns deslizes e o A60 é um deles. Com nome até semelhante, é impossível olhar para o A60 sem se lembrar do Audi A6. A grade hexagonal, os faróis de formato irregular e as linhas gerais sem muita inspiração são típicas do alemão intermediário.

Jiangling T7

Jiangling-VW

Jiangling T7 acima, em branco, copia a Volkswagen Amarok, abaixo

Este é o caso mais descarado deste top 10. A Jiangling Motors apresentou, há exatamente um ano, sua picape T7. A palavra “sua”, na verdade, deveria estar entre aspas. A T7 é a cópia cuspida e escarrada da Volkswagen Amarok. Aqui não há comparações a serem feitas, basta que você, caro leitor, faça suas próprias considerações vendo as imagens acima. Aliás, há uma comparação a ser feita, sim. No lugar dos motores 2.0 TDI turbo e biturbo, de 140 e 180 cv de potência respectivamente, a chinesa é equipada com 2.2 a gasolina de 110 cv e um 2.8 turbodiesel de pífios 100 cv.

Landwind X7

Landwind-Evoque

Landwind X7 (verde) e Range Rover Evoque (branco)

Todo mundo quer o sucesso e o prestígio do Range Rover Evoque, o Land Rover mais vendido da atualidade. Além de outros modelos como o Jiangling Yusheng S330 SUV e o já citado BJ20, o Landwind X7 foi quem mais abusou da “arte” de copiar. O utilitário, que rendeu até ações na justiça por parte da Land Rover, tem linhas idênticas às do SUV inglês, com direito até à inscrição “Landwind” no capô. A fabricante oferece ainda, como opcional, uma grade com a mesma trama do Evoque e, pasmem, com o logo da Land Rover.

Lifan 320

Lifan-320-Mini

Lifan 320 em destaque e Mini Cooper em menor proporção

Com uma rápida passagem pelo Brasil, o 320 não negava sua “inspiração” no MINI Cooper. Com cores berrantes e diversas opções de personalização, o pequeno chinês usava faróis redondos, carroceria com formas retrô e traseira acanhada. O preço e o luxo, porém, eram muito diferentes dos que o Cooper original oferecem. 

NATS GTK

NATS-Nissan

NATS GTK, acima, é uma espécie de “miniatura chinesa” do Nissan GT-R, abaixo

Parece até piada de mal gosto, mas, infelizmente, não é. O Nissan GT-R foi a ambição do NATS GTK, que não perdoou nem o nome do superesportivo. Mais do que apenas uma cópia, o mini carro é uma espécie de GT-R compactado, mas que usa grande parte das partes do japonês. Com isso, o motor também é mini: 0.6 turbo contra o V6 3.8 biturbo do Godzilla.

Shuanghuang Noble

Shuanghuan-Smart

Shuanghuang Noble (? esquerda) é a “versão” chinesa do Smart ForTwo (verde)

O Noble dispensa apresentações. Assim como o Range Rover Evoque, o Smart ForTwo (da geração passada) é um dos modelos mais copiados da história. As dimensões diminutas, a estrutura aparente e o visual, de certo modo, infantil, fazem sucesso nas rodas dos chineses. 

Zotye T700

Zotye-Porsche

Zotye T700 em imagens vazadas em evidência e Porsche Macan em menor escala

Enquanto o Zotye T600 é uma cópia do VW Touareg, o T700 faz do Porsche Macan seu “muso inspirador”. O chinês “empresta” do menor e mais novo SUV da fabricante de Stuttgart dianteira e traseira, como as entradas de ar e as lanternas horizontalizadas. Debaixo do capô, o T700 oferece um motor 1.5 turbo ou 1.8 turbo. Já o Macan…

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. William Santos Pereira

    Como consumidor, e essa é a ótica que interessa pois não sou crítico de automóveis, eu não estou nem aí se as montadoras se copiam. Isso é problema que resolvam entre si na justiça. Mas se não dá pra ter um Land Rover, porque não ter um Landwind X7 ? Ou um Zotye T600 ou T700 ? Ou ainda um Jiangling T7 ? É claro que vc não vai esperar o mesmo conforto, motorização, acabamento e qualidade dos modelos originais, mas pagando uma fração do preço do original e com 3 ou 4 anos de garantia total, não é nada mal. Pena que dessa lista só um (e o pior de todos) chegou ao Brasil. O mercado de carros no Brasil, só produz para uma parcela ínfima da população com as montadoras produzindo n modelos, pra vender 10 ou 20 mil carros por ano, ao invés de reduzir o leque de ofertas e aumentar o acesso das camadas C e D aos seus veículos. E ainda tem um governo comilão que impõe uma carga tributária altíssima. Deveríamos ter uma política de preços, financiamento e impostos iguais ao EUA, onde as pessoas mais abastadas trocam de carro no máximo de 2 em 2 anos, e os mais pobres conseguem comprar carros com 2 anos de uso a um custo muito baixo pois a desvalorização é acelerada. E que venham as cópias!!!

  2. FRANCISCO RONDON

    Prá mim os chineses tornaram os carros mais bonitos e há diferenças entre eles. Eu não tô nem ai se é parecido ou não, eles que se entendam na justiça; e é uma pena que não tenha entrado no Brasil nenhum desses bonitões (exceto o muito ruinzinho Lifan 320; se vier eu tô dentro.