Clique e assine por apenas 8,90/mês

Porsche Macan Turbo: na moda e com estilo

SUV compacto é o carro da moda. E que tal um desses com a grife Porsche? Agora, acrescente um motor de 400 cavalos. Essa é a receita do Macan

Por Ulisses Cavalcante - Atualizado em 24 Maio 2017, 20h05 - Publicado em 19 mar 2015, 16h03
O Macan passou o Cayenne e é o POrsche mais vendido no Brasil
O Macan passou o Cayenne e é o POrsche mais vendido no Brasil Christian Castanho/Quatro Rodas

Duas coisas estão em alta no Brasil. Uma delas é o preço do dólar. A outra são os SUVs compactos. No mundo dos automóveis, não há outra categoria que ande despertando tanto desejo. E as montadoras estão aproveitando a moda, que não parece ser passageira.

Nessa onda, a Porsche surfa com o Macan, que ostenta as linhas do momento. Em 2016, ele foi disparado o modelo mais vendido da marca no planeta – 95.642 unidades, contra 70.867 do Cayenne (outro SUV) e 32.365 das várias versões do 911.

Levamos para a pista a versão Turbo, a mais cara e mais apimentada do modelo. Seu V6 3.6 turbinado bateu um dos recordes de QUATRO RODAS. Na categoria dos SUVs, é o mais rápido do mercado: vai de 0 a 100 km/h em apenas 4,6 segundos.

Rodas aro 21 calçam pneus de alta performance: 265/40 na frente e 295/35 atrás
Rodas aro 21 calçam pneus de alta performance: 265/40 na frente e 295/35 atrás Christian Castanho/Quatro Rodas

Essa marca é atingida com ajuda do pacote Sport Chrono – item de série em todos os Macan Turbo trazidos ao país. Trata-se de uma interface esportiva que modifica o comportamento do motor, da suspensão e transmissão, elevando ao máximo a capacidade esportiva do SUV.

Continua após a publicidade

No alto do painel, um cronômetro analógico denuncia o equipamento, mas o componente mais importante é o botão Sport Plus no centro do console, ao lado da alavanca de câmbio. Com o recurso acionado, as trocas de marcha são realizadas em maior rotação do motor (o corte de injeção é feito a 6.700 rpm) e as respostas da direção elétrica ficam mais ariscas.

Cronômetro com relógio fica no centro do painel
Cronômetro com relógio fica no centro do painel Christian Castanho/Quatro Rodas

Mas a função mais legal é a Launch Control, responsável por robotizar as arrancadas a partir da inércia. Com o carro parado, basta acelerar com o freio acionado. O giro do motor sobe até o limite de rotação para o máximo de torque (56,1 mkgf entre 1.350 e 4.500 rpm) e a eletrônica evita que as rodas patinem, também no limite de aderência dos pneus. Para largar, basta liberar o pedal de freio.

Nas fotos, e até pessoalmente, o Macan aparenta ser menor do que realmente é. Mas os números confundem a percepção, pois as medidas não são de um veículo tão reduzido (e leve): são 469,9 cm de comprimento, 192,3 cm de largura e 1.925 kg. São valores espantosos: como um familiar de quase 2 toneladas vai de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos?

Motor V6 3.6 gera 400 cv e 56,1 mkgf
Motor V6 3.6 gera 400 cv e 56,1 mkgf Christian Castanho/Quatro Rodas

Chamá-lo de familiar, aliás, talvez seja um exagero. Apesar das dimensões avantajadas, o espaço interno não está entre as virtudes do alemão.

Continua após a publicidade

O porta-malas comporta 500 litros, mas a cabine só oferece conforto para quatro adultos – ainda que haja cinco lugares. O túnel central elevado toma a área das pernas do ocupante. Mas há uma boa justificativa: o Macan tem tração integral.

O motorista não interfere no seu funcionamento, mas pode monitorar a distribuição entre os eixos pelo mostrador no quadro de instrumentos. Esse sistema trabalha em conjunto com a transmissão automatizada de dupla emb eagem, dotada de sete marchas. E é possível fazer mudanças manuais pela alavanca ou por borboletas atrás do volante.

Nada menos que 96 botões estão disponíveis para o motorista
Nada menos que 96 botões estão disponíveis para o motorista Christian Castanho/Quatro Rodas

É bem provável que nenhum dono vá se aventurar na terra com um Macan. Mas, ainda assim, o carro dispõe da função off-road. Esse comando atua a até 80 km/h e privilegia o torque em baixa rotação, adaptando o mapa de aceleração a pisos de pouca aderência.

Além disso, atua na suspensão pneumática, aumentando a distância em relação ao solo em 40 mm, subindo para 230 mm. No modo normal, a suspensão a ar mantém a carroceria 15 mm mais baixa em comparação com as versões equipadas com molas de aço.

Continua após a publicidade

Por R$ 542.000, a lista de equipamentos de série tem várias páginas. Há teto solar panorâmico, câmera de ré com sensores sonoros e Park Assist, ar-condicionado de três zonas, tela touch screen de 4,8 polegadas com TV digital, monitor de pressão dos pneus, faróis de xenônio direcionais, bancos esportivos com memórias e sistema de som Bose.

Teto panorâmico é item de série na versão turbo
Teto panorâmico é item de série na versão turbo Christian Castanho/Quatro Rodas

Não por menos, o motorista é cercado por 96 botões – são 16 só na porta do condutor. Mas é possível abrir mão de alguns itens, e de vários cavalos no motor, para levar o Macan S (versão intermediária), que sai por R$ 427.000. Essa configuração conta com um V6 3.0 de 340 cv e não tem o Sport Chrono (que é opcional). Também perde os faróis de led e o sistema de som Bose. As rodas são menores (aro 18) e o ar é bizona.

Já a versão de base começa em R$ 333.000 e tem motor 2.0 de quatro cilindros. São preços expressivos, mas bem abaixo do irmão maior, o Cayenne, até então líder de vendas da casa. O grandalhão parte de R$ 399.000 (V6 3.6) e chega a R$ 952.000 (Turbo S).

Quadro destaca o conta-giros, mas um velocímetro digital trabalha em duplicidade com o analógico
Quadro destaca o conta-giros, mas um velocímetro digital trabalha em duplicidade com o analógico Christian Castanho/Quatro Rodas

Avaliação do editor

Direção, freios e suspensão – a assistência elétrica variável não é excessivamente macia, algo comum nesta configuração. E isso é ótimo em condução esportiva.

Continua após a publicidade

Motor e câmbio – seu motor tem 400 cv. Precisa falar mais? A transmissão PDK, de dupla embreagem, é o destaque da Porsche. Quase não se nota interrupção de tração durante as trocas de marcha.

Carroceria – seu visual ainda é atual e alia certa discrição com os traços típicos de um Porsche. Dá para chamá-lo de esportivo sem forçar a barra.

Vida a bordo – o nível de acabamento é impecável e a qualidade dos materiais está livre de críticas. Até o carpete do assoalho tem textura agradável ao toque.

Segurança – tem ESP, oito airbags de duplo estágio, piloto automático adaptativo e alerta de colisão iminente.

Continua após a publicidade

Seu bolso – quem pensa em custo-benefício não compra Porsche. É o carro mais caro do segmento e o mais bem-equipado.

Veredicto QUATRO RODAS

As qualidades do Macan são quase óbvias: desempenho excepcional, luxo indiscutível e acabamento irretocável. Mas, no Brasil, tudo isso vem a um preço exorbitante.

 

Teste de pista (com gasolina)

  • Aceleração de 0 a 100 km/h: 4,6 s
  • Aceleração de 0 1.000 m: 23,8 s
  • Retomada de 40 a 80 km/h (em D): 2,8 s
  • Retomada de 60 a 100 km/h (em D): 2,6 s
  • Retomada de 80 a 120 km/h (em D): 3,8 s
  • Velocidade máxima (dado de fábrica): 266 km/h
  • Frenagem de 120/80/60 km/h a 0: 59,9 / 25,6 / 17,2 m
  • Consumo urbano: 10,3 km/l
  • Consumo rodoviário: 10,7 km/l
  • Capacidade do tanque / autonomia: 75 l / 802 km

 

Ficha Técnica – Porsche Macan Turbo

  • Motor: dianteiro / longitudinal / V6 / 24V / 3 604 cm3 / turbo / injeção direta
  • Potência: 400 cv a 6.000 rpm
  • Torque: 56,1 mkgf (1.350 – 4.500 rpm)
  • Diâmetro x curso: 96 x 83 mm
  • Taxa de compressão: 10,5:1
  • Transmissão: automatizado / 7 marchas / tração integral
  • Direção: eletro-hidráulica / 2,5 voltas
  • Suspensão: dianteira, multilink / traseira, braços trapezoidais
  • Freios: discos ventilados nas 4 rodas
  • Pneus: 265/40 R21 (diant.) 295/35 R21 (tras.)
  • Dimensões: Compr. /entre-eixos (cm) – 469,9 / 280,7; Altura/largura (cm) – 162,4 / 209,8; Porta-malas (litros) – 500
  • Peso: 1.925 kg
  • Peso/potência: 4,8 kg/cv
  • Peso/torque: 34,3 kg / mkgf
  • Diâmetro de giro: 11,9 m
Publicidade