Clique e assine por apenas 8,90/mês

No meio do caminho tinha uma pedra…

Por Redação - 25 fev 2014, 13h06

Por Péricles Malheiros

29 942 km

Poucos quilômetros após a revisão dos 24 000 km, o nosso Mercedes apresentou ruídos na dianteira durante as frenagens: as pastilhas haviam chegado ao fim. A troca foi feita na véspera de nossas férias coletivas, na autorizada Itatiaia Sorocaba (SP), que cobrou uma conta de 1 100 reais (985 das peças e 115 de mão de obra). Nas mãos do repórter visual Eduardo Campilongo, o Classe A fez três viagens entre as capitais de São Paulo e Rio de Janeiro. “O carro se mostrou econômico tanto nos trechos urbanos como nos rodoviários. Na cidade, sob calor intenso, acionei o botão que inibe o desligamento automático do motor durante as paradas, pois nessa situação o compressor do ar-condicionado deixa de operar e a cabine aquece rapidamente”, diz Eduardo. Na viagem de retorno definitivo a São Paulo, ao passar por um trecho onde uma equipe aparava o mato lateral, uma pedra arremessada por um cortador de grama atingiu a lente do farol direito. No pedágio seguinte, Eduardo encostou o A 200 e reportou o corrido ao funcionário da CCR Nova Dutra (concessionária que administra a Rodovia Presidente Dutra). “Preenchi um formulário e encaminhei três orçamentos de reparo à CCR, que ficou de analisar o caso e entrar em contato”, diz Eduardo. Nos tais orçamentos, o grande susto: a troca da peça sai por salgadíssimos 8 050 reais na Itatiaia Sorocaba, 10 173 na A.M. Marcelo e 11 697 na Itatiaia Alphaville.

Consumo

No mês (22,3% na cidade) – Gasolina 11 km/l

Desde jul/13 (30,6% na cidade) – Gasolina 10,6 km/l

Continua após a publicidade
Publicidade