Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Honda CR-V 2015

Na teoria, as alterações no visual do modelo deveriam ter atualizado o estilo. Na prática, não melhoraram nem pioraram o SUV. Na vida real, não é esse o problema

Por Ulisses Cavalcante Atualizado em 9 nov 2016, 14h41 - Publicado em 16 set 2015, 14h39
testes

A linha 2015 do CR-V só chegou agora, no segundo semestre. É meio tarde para começar o ano (a concorrência já está em 2016), mas a culpa não é dele. O SUV teve de esperar porque a mãe estava prestes a dar à luz o HR-V – e todo irmão mais velho sabe que ficar de escanteio é normal nessa situação.

Mas a Honda não se esqueceu do filho maior. Ela já estava pensando nas roupas novas do CR-V, pois seu visual é o mesmo há três anos – a quarta geração estreou em 2012.

Além de mexer no estilo, a empresa aproveitou a reforma para incluir novos equipamentos. Porém, teve de reposicionar os preços do utilitário para evitar brigas entre os filhotes. A partir de agora, quem se interessar pelo CR-V renovado terá de guardar mais mesada antes de ir à loja.

crv02.jpeg

Testamos a versão EXL 4×4 (a mais cara), que parte de R$ 134 900. São R$ 19 000 a mais em relação ao CR-V 2014. Se o seu porquinho só contém o valor antigo, você terá de se contentar com o CR-V LX 4×2 (R$ 115 100). A configuração top equipada com tração dianteira deixou de ser oferecida. Essa disparidade repentina foi proposital para aumentar o degrau de preços entre os dois e evitar concorrência dentro de casa.

No entanto, o SUV veterano oferece mais. Passa a contar com um sistema multimídia dotado de tela touch de 7 polegadas, câmera de ré, GPS integrado e chave tipo keyless (partida do motor por botão). Vem com ar-condicionado digital de duas zonas e saídas de ar para os bancos traseiros. Aliás, o sistema de rebatimento dos assentos de trás é o melhor da categoria. O processo é feito em duas etapas, com o uso de duas alavancas, abrindo uma área de carga totalmente plana.

A reforma visual incluiu dianteira, traseira e rodas. No entanto, os novos traços de estilo não rejuvenesceram o utilitário. A grade do radiador perdeu três filetes cromados – agora tem só um. E uma régua de cromo brilhante se estende na borda superior do para-choque, conectando os dois faróis. É o mesmo recurso adotado na traseira, separando a lataria da área envidraçada.

Continua após a publicidade

crv03.jpeg

Tanto na dianteira como na traseira as partes inferiores dos parachoques foram modificadas e receberam um aplique cromado fosco na frente. Os faróis de longo alcance redondos agora são retangulares e, atrás, dois refletores vermelhos foram deslocados da parte de baixo do carro para as extremidades do parachoque. Não são mudanças suficientes para atrair olhares nas ruas.

Por dentro, o CR-V é o orgulho da família: tem bancos envolventes, acabamento esmerado e ergonomia exemplar. Mas são qualidades que sempre teve. O amor da mãe pelo filho não justifica o preço extra.

CR-V 2014

crv04.jpeg

Até o ano passado havia três réguas cromadas na grade do radiador, faróis de longo alcance redondos e protetor inferior pintado de preto.

VEREDICTO

Versátil, esse familiar nato vive bem na estrada e na cidade. O CR-V manteve suas virtudes, mas ele poderia custar menos.

★★★★

FICHA TÉCNICA
Motor diant., 4 cil.
Cilindrada 1 998 cm3, 16V, transv., SOHC
Potência 155/150 cv a 6 300/6 000 rpm
Torque 19,5/19,3 mkgf a 4 800/4 200 rpm
Câmbio automático, 5 marchas, tração dianteira
Dimensões comprimento, 458 cm; altura, 165,5 cm; largura, 182 cm; entre-eixos, 262 cm
Peso 1 579 litros
Porta-malas/caçamba 589 l
Tanque 71 l
Suspensão dianteira McPherson
Suspensão traseira multilink
Freios disco vent. (dianteiro), sólido [traseiro)
Pneus liga leve, 225/65 R17
Equipamentos bancos rebatíveis com engate rápido, ar de duas zonas, multimídia com tela touch, volante multifuncional, couro
Consumo urbano 9,4 km/l
Consumo rodoviário 12,4 km/l
0 a 100 km/h 13,3 s
0 a 1000 m 34,6 s – 155,6 km/h
Retomada 40 a 80 em 3ª (ou D) 5,7 s
Retomada 60 a 100 em 4ª (ou D) 7,6 s
Retomada 80 a 120 em 5ª (ou D) 9,5 s
Velocidade máxima 191 km/h
Frenagem 16,3/26,8/66,8 m
Continua após a publicidade

Publicidade