Aprilia SRV 850

O "rei das vespas" é o scooter mais potente do mundo, inspirado na superbike Aprilia RSV4 de Max Biaggi

Aprilia SRV 850 Aprilia SRV 850

Aprilia SRV 850 (/)

Apresentado no último Salão de Milão, o belíssimo maxiscooter Aprilia SRV 850 já roda na Europa. A Piaggio ainda não definiu intenções para o Brasil e a expectativa de ver essa supermotoneta por aqui é distante. De qualquer modo, é o scooter mais potente do mundo, o que já é credencial suficiente para apresentá-lo.

Na Europa, não param de surgir lançamentos para o público que deseja manter as origens motonetistas e a praticidade de um scooter, mas também almeja ascender em cilindrada, desempenho e possibilidades esportivas.

Pois é para esses corações que o Aprilia SRV 850 quer falar. Ele disputa espaço com Honda Integra 700,Yamaha TMax 530 e BMW C 600 Sport/C 650 GT. É uma clara evolução do Gilera GP 800, lançado em 2007. A Gilera também é marca do grupo Piaggio.

O Aprilia SRV 850 tem o código genético da superbike RSV4, da qual herda o farol triplo, os espelhos retrovisores e uma traseira com saídas de ar que imitam as ponteiras de escape da Aprilia Dorsoduro 1200. A pegada esportiva começa pelo banco amplo, com a rigidez das máquinas de pista, à bolha de proteção aerodinâmica.

De dimensões e peso que aconselham algum aquecimento antes das manobras de estacionamento, a Aprilia SRV 850 oferece posição que lembra uma esportiva. O piloto senta-se com o corpo apoiado sobre o guidão e os pés afastados, por força do espaço ocupado pelo quadro bem largo, que circunda com quatro vigas tubulares o motorV2 a 90 graus, em posição central.

O desenho esportivo, entretanto, não rouba o conforto do piloto. O passageiro pode até reclamar da área reduzida do banco e das carenagens muito salientes, que acabam incomodando as pernas. Mas o motociclista vai bem instalado e com adrenalina de sobra.

Mesmo com o apelo superesporte, o Aprilia SRV 850 não abre mão da praticidade. O espaço sob o banco permite guardar um capacete integral (pequeno) e a lista de acessórios inclui banco de gel, bolha frontal fumê, top-case, escape Arrow de carbono e titânio, alarme, sistema antirroubo, cobertura para as pernas e decoração tipo carbono para o para-lama frontal.

Tais questões práticas e estéticas são deixadas em segundo plano assim que se coloca em funcionamento o motor V2. Ele estreou na Aprilia Mana e teve gerenciamento eletrônico revisto para maior economia e para atender às normas ambientais. Um ronronar suave disfarça a cilindrada e o espírito picante do SRV 850, aparentando uma serena e prática proposta de versatilidade urbana. O arranque suave e facilmente dosável – desde que não se gire o punho do acelerador abruptamente – contribui para a facilidade na condução urbana, com boa parte do elevado peso se evaporando imediatamente.

Na estrada, o Aprilia SRV 850 é bom de curva, capaz até de envergonhar algumas esportivas. Brilha nas estradinhas recortadas, mostrando uma estabilidade na inclinação que ajuda a esquecer o esforço necessário para as mudanças de direção. E é justamente quando o piloto começa a se empolgar que a suspensão revela algumas limitações, sobretudo quando o piso é irregular ou quando se leva um passageiro.

O sistema de freios, com ABS opcional, mostra eficiência e bom feeling. No entanto, em caso de piso com menor atrito, é fácil travar as rodas.

Com decoração buscando a identidade com a RSV4 – que em 2010 alcançou o título do Mundial de Superbikes sob o comando de Max Biaggi -, a Aprilia SRV 850 surge como brinquedo urbano para os amantes das motos superesportivas. Suas características ficam a meio caminho entre o sentido prático dos scooters e a paixão alucinada pela velocidade – com preço e consumo de moto grande.

TOCADA

Fácil como todo scooter e com potencial de sobra para incomodar até mesmo uma esportiva na estrada.

★★★★

DIA A DIA

Não é pequena,
mas traz as inúmeras vantagens do câmbio CVT e a boa proteção para os pés. Pena que o consumo não colabore.

★★★

ESTILO

Excelente a sacada da Aprilia em seguir as mesmas linhas da superesportiva RSV 1000. Ficou uma lindeza!

★★★★★

MOTOR E TRANSMISSÃO

Quase exagerado para um scooter. Com 76 cv e o silencioso câmbio CVT, é o rei da cidade.

★★★★

SEGURANÇA

A versão sem sistema ABS e controle de tração assusta pelo imenso poder de frenagem. A versão com o ABS custa somente 540 euros a mais.

★★★

MERCADO

Cara como uma supersportiva, é
um produto tão segmentado quanto seus clientes. Não venderia muito no Brasil, mas sempre encontrará quem sonhe com um superscooter.

★★

Segurança Reforçada

Aprilia SRV 850 oferece ABS e controle de tração.

Muitos maxiscooters oferecem freios ABS como opcionais, mas o SRV 850 é o primeiro a unir
o sistema ao controle de tração: ATC. O sistema é compost de uma unidade específica
de controle eletrônico ligada
a dois sensores que medem e comparam, de forma instantânea e constante, a velocidade entre as duas rodas. Atuando em conjunto, os sistemas ampliam
a segurança e o controle da motocicleta em ambiente urbano e facilitam a condução esportiva. Essa modernidade tecnológica tem valor de uso superior ao que é acrescido ao preço final (540 euros na Europa, cerca de 1 340 reais). Para maior diversão, essa parafernália eletrônica poderia ser complementada
por um sistema semiautomático de acionamento da caixa de velocidades, semelhante ao oferecido no Burgman 650
à venda no Brasil, já utilizado pela marca na Aprilia Shiver.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s