Volkswagen Touareg R-Line

Confortável e com pegada esportiva, o utilitário esportivo esbarra no preço proibitivo

lancamentos

Embora seja vendido no Brasil desde 2004, o Touareg nunca figurou entre os SUVs campeões de venda. Não é difícil entender o por quê: competindo em um segmento cheio de consumidores que colocam o status como prioridade número zero, o alemão sofre por ostentar o símbolo da Volkswagen, uma marca que carrega sua “origem humilde” até no nome – carro do povo, em alemão.

Mesmo assim, a marca continua vendendo o Touareg para cá, tanto é que uma nova versão está chegando ao Brasil. Trata-se do Touareg R-Line, configuração com aparência esportiva baseada na opção com o motor 4.2 V8, de 360 cv. Ele se diferencia no visual, ostentando belas rodas de 20 polegadas, saída dupla de escapamento, grade frontal pintada de preto brilhante e spoilers dianteiro e traseiro. Desempenho ele tem de sobra: segundo a VW, o R-Line vai de 0 a 100 km/h em 6,5 segundos e chega aos 245 km/h. O câmbio automático de oito marchas Tiptronic também colabora para impulsionar o “monstro” de 2.075 quilos.

touaregrline_3.jpg

Por dentro, o R-Line tem apliques em cinza que combinam com os apliques de alumínio polido espalhados pelo painel e nas soleiras das portas. Não há do que reclamar da vida dentro do Touareg: o sistema de som premium com 12 alto-falantes reproduz graves e agudos com fidelidade excepcional e a central multimídia pode ser operada até por voz. Se a viagem estiver cansativa, o detector de fadiga impede o motorista de cochilar ao volante, sugerindo uma pausa para recuperar as energias.

A quantidade generosa de equipamentos faz lembrar o luxuoso Audi Q7, com quem o Touareg compartilha sua plataforma. Há freio de estacionamento elétrico, suspensão a ar, três ajustes de condução (normal, esportivo ou conforto), bloqueio eletrônico do diferencial (EDS), controle de estabilidade (ESP), seis airbags (frontais, laterais e de cortina), freios ABS com assistência de frenagem (HSA), quatro câmeras externas para visualização interna dos arredores, abertura elétrica do porta-malas, destravamento das portas sem chave, partida do motor por botão, faróis bi-xenonio direcionais com LEDs diurnos, assistente de subida e de descida, piloto automático, entre outros itens.

touaregrline_2.jpg

A lista de opcionais traz pintura metálica (1.635 reais), pintura perolizada (2.350 reais), Side Assist (alerta a presença de veículos nos pontos cegos, por 3.385 reais), teto solar panorâmico (8.995 reais) e o piloto automático adaptativo ACC (que reduz a velocidade e acelera o veículo sozinho de acordo com a programação estipulada pelo condutor), este último vendido por salgados 12.160 reais.

O lado ruim é que não é muito barato levar um Touareg R-Line para casa. Por ele a Volkswagen pede 333.699 reais sem opcionais. Nesta faixa de preço (ou até por menos), é possível comprar modelos menos potentes, mas mais badalados, como Audi Q7 3.0 V6 (aproximadamente 332 mil reais) e BMW xDrive 35i (299.550 reais).

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s