Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Toyota anuncia recall que atinge mais de seis milhões de carros

Ação da montadora japonesa cobre cinco defeitos distintos identificados

Por Redação Atualizado em 9 nov 2016, 13h34 - Publicado em 9 abr 2014, 12h14
mercado

A Toyota anunciou na manhã desta quarta-feira (9) um recall envolvendo seis milhões e trezentos e noventa mil unidades de carros, para reparar cinco defeitos diferentes, que incluem desde problemas com o acionamento de airbags, trilhos dos bancos com defeito e substituição de limpadores de para-brisa. Ao todo, 2.34 milhões de veículos da América do Norte foram convocados para reparos, assim como 810.000 na Europa.

Esta ação da montadora japonesa acontece logo após a Toyota ter concordado em pagar uma multa de US$ 1.2 bilhão para o Governo dos Estados Unidos por enganar os consumidores encobrindo informações sobre o problema de aceleração indevida dos seus veículos. Este problema, assim como pedais de acelerador grudentos e tapetes inseguros já havia causado um recall de mais de nove milhões de carros.

Na ação anunciada nesta quarta-feira, 3.5 milhões de carros foram convocados por problemas em um cabo, localizado no volante, e que pode ser danificado afetando o acionamento do airbags do motorista em caso de acidente. Com um possível problema na trava do trilho dos bancos, 2.32 milhões de modelos foram adicionados a lista, assim como 760 mil unidades por problemas com o suporte da coluna de direção.

Drenagem defeituosa dos limpadores de para-brisa afetam 160 mil carros e possível incêndio em motores de partida mais 20 mil. Ao todo, 6.76 milhões de veículos estão no recall, mas como alguns possuem mais de um problema para ser resolvido o número fica em 6.39 milhões.

Fora do Japão, o problema com o cabo do airbags afeta os seguintes modelos: RAV4, Corolla, Matrix, Yaris, Yaris Sedan, Highlander, Tacoma, Reiz, Hilux, Fortuner, Innova, Land Cruiser Prado, Camry e, também, o Pontiac Vibe, embora a Toyota ainda não tenha informado quais anos dos modelos listados estão no recall.

O problema com a drenagem do limpador e a possibilidade de incêndio afetam apenas modelos japoneses e também vendidos em Hong Kong. No comunicado, a Toyota admite não ter conhecimento que qualquer acidente possa ter sido causado por estes problemas, assim como feridos e até vítimas fatais.

Continua após a publicidade

Publicidade