Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

São Paulo estreará chip de informações em veículos de carga

Dispositivo será obrigatório a partir de 1º de janeiro de 2016

Por Rodrigo Furlan Atualizado em 9 nov 2016, 14h39 - Publicado em 1 set 2015, 12h07
geral

Os veículos de carga serão os primeiros da cidade de São Paulo a contar com o chip de informações do Sistema Nacional de Identificação Automática de Veículos (Siniav). O anúncio foi feito por Jilmar Tatto, secretário municipal de Transportes, durante a cerimônia de assinatura de um decreto que cria a Divisão de Transportes de Cargas no município.

Originalmente, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) pretendia dar início à implantação do dispositivo em 1º de janeiro de 2013, mas o sistema não contou com adesão dos estados. Depois, o prazo foi adiado para o primeiro dia de 2014, também descumprido. Agora, a perspectiva é de que o chip comece a ser instalado no início de 2016.

Esse chip será fixado ao para-brisa dos veículos, numa pequena caixa similar àquelas utilizadas pelos sistemas de cobrança automática de pedágio. Nele, estarão presentes as principais informações do modelo (placa, chassi, ano e modelo), como se fosse uma placa de identificação eletrônica. O objetivo é facilitar a fiscalização no dia a dia.

Quanto à nova divisão de cargas da capital paulistana, a prefeitura explicou que terá a atribuição de criar e executar ações que facilitem o sistema de abastecimento da cidade e alivie o tráfego geral. Atualmente, circulam por São Paulo 190 mil veículos de carga e utilitários.

Continua após a publicidade
Publicidade