Saiba por que Hamilton se emocionou ao igualar feitos de Senna

Novo tricampeão mundial de F-1 é fã confesso de Ayrton e manifesta sua admiração sempre que possível

geral geral

geral (/)

Lewis Hamilton estava em êxtase após vencer o GP dos Estados Unidos, realizado no último domingo, 25 de outubro. Também, não era para menos: a vitória deu ao inglês o tricampeonato mundial de F-1 três etapas antes do fim da temporada. De quebra, este feito ainda fez Lewis igualar o número de títulos de seu grande ídolo nas pistas: Ayrton Senna.

O britânico nunca escondeu sua admiração pelo ex-piloto da McLaren. Foi nos tempos em que também defendia a equipe inglesa, aliás, que Hamilton realizou o maior sonho de sua vida: pilotar a MP4/4 número 12, a mesma que levou Senna ao seu primeiro título mundial, em 1988. Logo após levá-lo à pista de Silverstone, o piloto estava visivelmente emocionado. “Me sinto abençoado. Sonhei a vida inteira em dirigir este carro. Foi um dos melhores dias da minha vida”, confessou a Jeremy Clarkson, então apresentador do programa “Top Gear”, da BBC.

Perguntado sobre quais características admirava mais em Senna, Hamilton foi objetivo. “Sua personalidade e a maneira como ele pilotava eram exatamente como eu gostaria de ser um dia. Adorava o fato dele ser tão sensitivo e perceber tudo no carro. Sua atenção aos detalhes era incrível. Ele dava o máximo de si em cada volta e não tinha medo de nada”.

Pouco antes deste episódio de “Top Gear” ir ao ar, Hamilton teve outro encontro com o MP4/4. Ao lado de seu então companheiro de equipe Jenson Button, Lewis visitou o acervo de antigos bólidos da McLaren. Entre várias máquinas históricas, a dupla fez questão de admirar, sentar e posar para fotos com o lendário monoposto de Senna.

Desde então, Hamilton prestou várias homenagens a seu ídolo, correndo com um capacete bastante parecido com o do Senna durante o GP do Brasil de 2014. Na ocasião, aliás, o piloto da Mercedes foi presenteado com uma réplica do capacete de Ayrton e disse que visitar “a casa” do tricampeão é sempre muito especial. “Ele era meu herói, minha inspiração. A corrida está no meu sangue, e eu queria ser como ele. Correr como ele, ter a mesma abordagem, a mesma técnica, sempre tentei imitá-lo”, declarou, em entrevista à Rede Globo em 2014.

Novas demonstrações de admiração surgiram neste ano. Logo após igualar o número de 41 vitórias de Senna com o trunfo no GP do Japão, o piloto publicou em sua conta no Twitter uma foto do brasileiro ao lado de sua Lotus. E no último domingo, logo após conquistar seu terceiro título mundial, Hamilton lembrou Senna mais uma vez. “Ele não era do mesmo país que eu, mas foi o cara que me inspirou desde pequeno. Meu objetivo sempre foi conquistar os três títulos que Ayrton alcançou. Não sei o que vem depois, não há outro piloto que eu deseje me espelhar. Sinto como se tivesse pego o bastão de Ayrton e que agora o carregarei para ver até onde poderei levá-lo”, afirmou.

Até hoje Senna é uma inspiração para muitos pilotos pelo mundo. Mas certamente poucos o veneram tanto quanto Lewis Hamilton.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s