Clique e assine por apenas 8,90/mês

Renault apresenta Oroch e divulga preços: entre R$ 62 290 e R$ 72 490

Picape média é baseada no Duster, mas traz uma série de modificações e aperfeiçoamentos

Por Redação - Atualizado em 9 nov 2016, 14h41 - Publicado em 28 set 2015, 22h04
fabricantes

A Renault acaba de divulgar os preços da Duster Oroch, sua picape intermediária derivada do SUV Duster. Os valores começam em R$ 62 290 (Expression 1.6) e chegam a R$ 72 490 (Dynamique 2.0). Ao todo, serão três versões: Expression 1.6 16V e Dynamique 1.6 16V e 2.0 16V. Com motor 1.6, o câmbio será manual de cinco marchas e no 2.0 terá o manual de seis marchas. Por enquanto, não haverá câmbio automático, e a tração será sempre dianteira.

A Dynamique vem equipada com rodas aro 16, piloto automático, sensor de estacionamento e a central multimídia Media NAV. Entre os itens opcionais, há apenas bancos de couro. Mas existem ainda acessórios que serão vendidos na rede de concessionárias, como o kit visual Outsider, que inclui protetor frontal com faróis adicionais, alargador de para-lamas, capota marítima e grade de proteção no vidro traseiro.

oroch-06.jpeg

Baseada na plataforma do Duster, a Oroch é quase completamente nova da coluna central para trás. A suspensão traseira agora é multilink, para suportar melhor o peso carregado na caçamba sem prejuízo da dirigibilidade. Com chassis alongados e reforços nas colunas e travessas, o monobloco ganhou robustez e, melhor, ficou 15,5 cm maior na distância entre-eixos. Na nova traseira, há mais espaço para pernas, ombros e cabeça.

Atrás, no lugar do porta-malas, há a caçamba com maior capacidade volumétrica: são 683 contra 475 litros. Com um extensor de caçamba, que permite esticar o espaço útil até o limite da tampa aberta, esse volume sobre para 989 litros.

Continua após a publicidade
oroch-01.jpeg

Em relação ao acabamento, a Oroch segue o padrão Duster. Há detalhes menos vistosos, como o plástico duro (na parte superior do painel), que revela a localização dos airbags, e o acabamento preto fosco dos raios do volante, que se desgasta com o tempo (e se torna preto polido). Por fim, ela herda ainda falhas do projeto do Duster, como a posição ruim dos botões do ar-condicionado e o puxador interno das portas traseiras, que não dão apoio suficiente.

oroch-02.jpeg

Para conferir o teste de pista, a análise completa e um comparativo com as picapes líderes de venda S-10 e Strada, não perca a edição de outubro da QUATRO RODAS, já nas bancas!

Publicidade