Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Novo recorde: Gol apreendido deve mais de R$ 16 milhões em multas

Valor da dívida foi multiplicado pelo fato de o proprietário não indicar condutores para as 2.118 infrações cometidas

Por Da Redação Atualizado em 8 dez 2016, 14h54 - Publicado em 8 dez 2016, 14h42
Gol recordista de multas

Um Volkswagen Gol 1.0 prata ano 2007 apreendido na manhã de quinta-feira (dia 8) em São Paulo por policiais militares do Comando de Policiamento de Trânsito da Capital (CPTran) acumula uma dívida de inacreditáveis R$ 16.226.906 em pendências divididas entre multas, taxas e impostos.

Quase todas as pendências (99,97% do total do valor) são relativas a multas municipais. O novo recordista cometeu 2.118 infrações na cidade de São Paulo, a maioria delas referentes a rodízio, circulação em faixa exclusiva e excesso de velocidade.

O veículo está registrado em nome de pessoa jurídica. Como não houve indicação do condutor que cometeu as infrações, todas as multas tiveram o seu valor no mínimo duplicado, aumentando exponencialmente o tamanho da dívida. O não-pagamento de multas também gera juros sobre seu valor. Por fim, o licenciamento anual do Gol não era pago há anos.

No último mês, outros quatro veículos com pendências milionárias foram recolhidos em blitzes de fiscalização na capital paulista – uma Chevrolet Ipanema (R$ 1.528.338), um Fiat Uno Mille (R$ 9.038.872), uma Peugeot Hoggar (R$ 9.114.975) e um Fiat Fiorino (R$ 2,7 milhões).

Assim como nos outros casos, o VW Gol apreendido deve ir a leilão para aliviar uma pequeníssima parte da dívida. O resto permanecerá como débito para a pessoa jurídica proprietária do carro – cuja identidade não foi revelada.

 

Continua após a publicidade

Publicidade