Clique e assine por apenas 8,90/mês

Novo Porsche Panamera 4 E-Hybrid promete consumo de até 40 km/l

Motor elétrico do sedã garante autonomia de até 50 km, máxima de 140 km/h e até 40 km com um litro de gasolina

Por Diego Dias - Atualizado em 23 nov 2016, 21h38 - Publicado em 9 set 2016, 19h47
Porsche Panamera 4 E-Hybrid
Porsche Panamera 4 E-Hybrid promete consumo de 40 km/l

Após dois meses do lançamento da segunda geração do Panamera, a Porsche apresenta a versão híbrida plug-in do sedã: o Panamera 4 E-Hybrid. O modelo chega mais potente e com consumo menor do que anterior. A primeira aparição pública ocorrerá durante o Salão de Paris, em outubro.

LEIA MAIS:

>> Porsche revela nova geração do Panamera

>> Comparativo: Jaguar F-Type S X Porsche 911 Carrera S – atração e reação

>> Impressões: Panamera Sport Turismo – a perua futurística da Porsche

O Panamera 4 E-Hybrid combina um novo motor a gasolina V6 2.9 de 335 cv e 45,7 mkgf de torque a um propulsor elétrico de 138 cv e 40,8 mkgf. Com os motores combinados, o híbrido desenvolve 468 cv, ante os 422 cv da primeira geração. Isso resultou em melhores números no 0 a 100 km/h, que baixaram de 5,2 para 4,7 segundos. A velocidade máxima acompanhou o aumento e foi de 269 km/h para 278 km/h.

Continua após a publicidade
Porsche Panamera 4 E-Hybrid
Capa dos freios segue tema verde, fazendo referência ? eficiência energética do modelo

Em vez do câmbio automático com conversor de torque da geração anterior, o novo Panamera híbrido traz agora a caixa automatizada de dupla embreagem (PDK) de oito velocidades, além de tração integral disponível em todas as outras versões. O número de consumo é o maior destaque: faz 40 km/l, além de emitir 56 gramas de CO2 por km — segundo os padrões europeus. E de acordo com a Porsche.

Porsche Panamera 4 E-Hybrid
Visual do Panamera híbrido se diferencia pelos logotipos com contornos verdes

No modo puramente elétrico, o modelo roda até 50 quilômetros e atinge a velocidade de 140 km/h, livre de emissões. A segunda geração tem seis modos de condução, que altera os tipos de uso da motorização híbrida. São eles: o E-Power (somente elétrico), Hybrid Auto (automático), E-Hold (preserva energia da bateria), E-Charge (motor V6 carrega a bateria), além de Sport e Sport Plus — ambos com foco em desempenho.

Porsche Panamera 4 E-Hybrid
Carga na bateria pode ser programada pela central multimídia

Posicionada abaixo da cabine, sua bateria de íons de lítio de refrigeração líquida teve a capacidade de carga aumentada de 9,4 para 14,1 KWh, mas com a vantagem de ter permanecendo com o mesmo peso. A bateria pode ser recarregada em 5,8 horas, ou em apenas 3,6 h quando utilizado um carregador especial disponibilizado pela marca. A carga na bateria ainda pode ser iniciada por um temporizador via central multimídia, ou até mesmo pelo aplicativo Porsche Car Connect, disponível para smartphones e Apple Watch. 

Porsche Panamera 4 E-Hybrid
Bateria pode ser recarregada em 3,6 horas com tomada especial

O novo Panamera 4 E-Hybrid já pode ser encomendado na Alemanha, onde é comercializado por 107.553 euros (R$ 380.515 numa conversão direta). Na Europa, as primeiras unidades começarão a ser entregues a partir de abril de 2017, ano que também deverá ser importado para outros países (incluindo o Brasil).

Continua após a publicidade
Publicidade