Clique e assine por apenas 8,90/mês

Neymar tem Porsche Panamera tomado pela Receita Federal por importação irregular

Carro foi comprado em 2011 por R$ 349 mil

Por Rodrigo Furlan - Atualizado em 9 nov 2016, 14h42 - Publicado em 30 set 2015, 13h15
geral

Um gol contra foi marcado no patrimônio do jogador de futebol Neymar em 2014. De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, o Porsche Panamera do atacante do Barcelona foi tomado pela Receita Federal no ano passado sob a alegação de irregularidades no processo de importação. A compra do modelo ocorreu em 2011, mesmo ano de sua fabricação.

A história é um pouco curiosa e complexa. Tudo começou quando o jogador ganhou uma aposta que fez com o pai – de que seria artilheiro e campeão do Sul-Americano sub-20 de 2011, marcando dois gols na final. O carro era o presente em questão, e o processo de importação foi conduzido pela Neymar Sport e Marketing, responsável pelos direitos de imagem do jogador. Originalmente, o cupê de quatro portas do jogador tinha a cor branca, como o da foto acima, mas depois ele foi envelopado em amarelo.

A empresa teria contratado a Select Import como intermediária, sendo que esta teria cobrado o montante de R$ 60 mil para proceder com o serviço. No entanto, quem efetivamente teria trazido o Panamera para o Brasil foi outra empresa, a First. Assim, com o primeiro contrato desfeito, a First logo teria cedido o carro à Neymar Sport e Marketing, a real interessada no negócio, numa técnica que pode burlar a incidência de impostos, por exemplo.

De acordo com a Neymar Sports e Marketing, todas as despesas foram pagas à First pela importação. A empresa, porém, se viu prejudicada por um processo de fiscalização pelo qual a importadora passou, no qual o Panamera e outros produtos foram apreendidos pela Receita. Apesar de acreditar que o carro será recuperado, a Neymar Sports e Marketing disse que também poderá pedir à First a devolução do dinheiro.

VEJA MAIS– Porsche confirma novo Panamera para 2016– Galeria: Porsche Panamera

Continua após a publicidade
Publicidade