Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

MotoGP: Lesionado, Spies não correrá em Jerez

Piloto norte-americano passará por três semanas intensas de recuperação

Por Alexandre Ciszewski Atualizado em 9 nov 2016, 12h23 - Publicado em 25 abr 2013, 17h30
MotoGP: Lesionado, Spies não correrá em Jerez

Ainda lesionado no ombro, devido seu acidente no Grande Prêmio da Malásia do ano passado, Ben Spies acreditava estar bem encaminhado para a recuperação após a sua chegada no Texas, para a corrida do último fim de semana. Ele, então, sentiu muitas dores – o que já foi revelado que está diretamente ligado ao seu problema no ombro.

“Após correr regularmente na corrida texana, na qual ele terminou em 13º lugar, o piloto norte-americano foi visto por sua equipe médica, que lhe aconselhou três semanas consecutivas de recuperação intensa, a fim de aliviar a tensão em seus peitorais e músculos das costas”, declarou sua equipe, Ignite Pramac Racing. Desta maneira, Ben Spies ficará de fora do Grande Prêmio da Espanha, que acontece entre os dias 3 e 5 de maio.

“Apesar da constante melhoria na condição de seu ombro após a cirurgia recente, Ben ainda precisa de mais trabalho intenso para construir seu músculo e adquirir a força necessária que irá capacitá-lo a suportar o estresse durante a corrida. Portanto, a terapia será diferente do que ele tem feito até agora, com foco na mobilidade dos membros, graças à sua melhor condição física. Estas três semanas de tratamento permitirão que ele esteja de volta para a corrida de Le Mans”, afirmou a equipe.

“Esta manhã tive um pouco de problema com um nervo no meu peito, por algum motivo. Eu não sei se era uma sobrecompensação com meu ombro, mas meu ombro melhorou muito em relação à corrida do Qatar, o que é muito, muito bom”, afirmou Spies após a corrida em Austin.

“Duas voltas para o final do Warm-Up eu senti uma pontada no meu peito e me senti como se houvesse uma faca nele. Eu não sei o que aconteceu. Nós fomos para a Clínica Móvel, eles trabalharam muito comigo e me prepararam para a corrida… precisamos trabalhar mais e voltar a ficar 100%, porque nós definitivamente não estamos lá, fisicamente, agora”, disse o piloto.

A equipe ainda não anunciou quem será o piloto substituto que correrá no circuito de Jerez.

Continua após a publicidade

Publicidade