Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Motocar apresenta triciclo adaptado

Veículo promete ser uma alternativa mais barata para os deficientes físicos

Por Cadu Tupy Atualizado em 9 nov 2016, 14h02 - Publicado em 12 set 2014, 16h18
José Maria e triciclo adaptado para seu uso diário

O dia a dia das pessoas com deficiência física não é fácil no Brasil. Calçadas desniveladas, esburacadas, com obstáculos, sistema de transporte público inadequado, são algumas das barreiras enfrentadas por pessoas como o José Maria, cadeirante de 50 anos. Paraplégico desde criança, por sequela de uma poliomielite, hoje ele é atleta paralímpico brasileiro em halterofilismo na categoria para até 65 kg e também pai de dois filhos – rotina que até era feita diariamente com um triciclo que ele mesmo adaptou.

A Motocar, fabricante de triciclos, desenvolveu uma adaptação em no seu MTX150, personalizada para que Zé, como é conhecido no no meio paraolímpico. “Para nós, cadeirantes, é um sonho podermos nos locomover sem dependermos dos outros”, disse. “É mais fácil ganhar uma paralimpíada… Só sabe o sofrimento de um cadeirante quem anda de cadeira de rodas. Pegar um taxi ou um ônibus é muito complicado.”

120914motocar_002.jpg

*Detalhe da adaptação do triciclo para o controle do câmbio e embreagem sem o uso das pernas

O triciclo que José utilizava não era homologado e exigia um verdadeiro malabarismo na hora de entrar ou sair. Ele encostava sua cadeira na caçamba, subia, e puxava a cadeira para o seu lado. Depois, precisava trancar a tampa traseira e passar por cima do sofá em que levava seus filhos, até, finalmente, sentar na moto. Com o novo triciclo basta parar ao lado do banco, subir e guardar a cadeira na parte traseira, abrindo uma das portas laterais.

Continua após a publicidade

O atleta conta que já passou por alguns apuros pelo fato de o triciclo anterior não ser homologado. “Em várias ocasiões tive que contar com a boa vontade de policiais que sempre me paravam, mas não me multavam já que viam minha situação”, disse. “Estou utilizando o novo triciclo há três meses e, agora, não tenho mais esse problema.”

A Motocar criou o Programa Acesso Motocar, criando um pacote para adaptação dotado de manual, com o qual os clientes poderão fazer a adaptação em empresas especializadas. O triciclo custa 11 500 reais e a adaptação do veículo usado por José Maria sai por cerca de 7 mil reais. O triciclo adaptado tem marcha ré, sistema misto de transmissão com eixo cardã e corrente, controles para acionamento da embreagem na mão assim como das marchas e freios.

120914motocar_003.jpg

*Foto traseira do triciclo com o atleta e visão do pátio da planta

*Linha de produção da Motocar em Manaus – Modelo MCF sendo produzido

Continua após a publicidade

Publicidade