Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Mercedes-AMG GT R: o novo monstro alemão com 585 cv e 71,3 mkgf

Agora o mais rápido da marca, superesportivo acelera de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos

Por Diego Dias Atualizado em 23 nov 2016, 21h16 - Publicado em 24 jun 2016, 18h33

Mercedes-AMG GT R

Revelado mundialmente em 2014 no Salão de Paris, o Mercedes-AMG GT acaba de ganhar uma versão ainda mais endiabrada: o AMG GT R. A nova configuração topo de linha do esportivo chega mais leve e ainda mais potente para bater de frente com modelos como Porsche 911, Audi R8, e Nissan GT-R.

LEIA MAIS:

>> Teste de Pista: Mercedes-Benz AMG GT

>> Nissan GT-R: Levamos o Godzilla para a pista

>> Impressões: O sopro da mudança do Porsche 911 Carrera

Continua após a publicidade
Mercedes-AMG GT R
Motor V8 4.0 biturbo foi recalibrado para oferecer 585 cv

Com carroceria produzida com materiais nobres como alumínio e magnésio, o novo AMG GT R passou por uma dieta que aliviou 90 kg do seu peso se comparado ao AMG GT S, ficando agora com 1.554 kg. Já debaixo do capô o motor V8 4.0 biturbo foi recalibrado e agora entrega 585 cv de potência e 71,3 mkgf de torque (o GT S tem 510 cv e 66,3 mkgf), sempre em conjunto com uma caixa automatizada de sete marchas, que foi ajustada para efetuar trocas mais rápidas. Segundo a Mercedes, essas mudanças fizeram com que o esportivo acelere de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos (0,2 segundos mais rápido) e alcance a máxima de 318 km/h (8 km/h a mais que o AMG GT S).

Mercedes-AMG GT R

Por fora, o novo AMG GT R chama a atenção pela cor verde fosco e pela clara inspiração no AMG GT3, versão de competição do superesportivo. A grade agora traz hastes verticais e o para-choque dianteiro possui entradas de ar mais salientes, enquanto a traseira se destaca pelo aerofólio e difusor duplo com saída de escape central. As rodas raiadas de 19 (na frente) e 20 (atrás) polegadas são forjadas e calçam pneus Michelin Cup 2.

Mercedes-AMG GT R
Rodas de 19 (dianteira) e 20 (traseira) polegadas são forjadas

Mercedes-AMG GT R

Entre as tecnologias, o esportivo tem um novo elemento aerodinâmico ativo sob a carroceria, na parte dianteira. No modo “Race”, uma peça de fibra de carbono de 2 kg se move automaticamente para baixo (cerca de 40 milímetros) em velocidades acima de 80 km/h, alterando o fluxo de ar para reduzir a elevação do eixo dianteiro em altas velocidades. O AMG GT R possui também um novo sistema de esterçamento das rodas traseiras (semelhante aos do Porsche 911), que vira levemente as rodas traseiras no sentido oposto aos das rodas dianteiras a até 100 km/h, sendo que, acima dessa velocidade, as rodas seguem o mesmo posicionamento das rodas dianteiras.

Mercedes-AMG GT R

O resultado dessas novidades é o melhor desempenho em curvas de alta velocidade, bem como maior estabilidade em relação ao AMG GT S. Afinal, a Mercedes-AMG não testou e afiou o AMG GT R em Nürburgring para o superesportivo andar bem somente em linha reta.

Continua após a publicidade
Publicidade