Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

McLaren 600LT: menos peso e mais potência

Por quase 1 milhão de reais, o superesportivo aproveita peças dos poderosos McLaren Senna e 720S para ser o Sports Series mais rápido

Por Gabriel Aguiar 28 jun 2018, 18h18
Baseado no 570S Coupé, o novo 600LT é mais leve e mais potente Divulgação/McLaren

O McLaren 600LT foi revelado pela marca inglesa, dando continuidade à linhagem “Longtail” – que já soma os modelos F1 GTR e 675LT, Coupé e Spider, no currículo.

Comparado ao 570S, modelo usado como base, o esportivo ficou 96 kg mais leve, chegando aos 1.356 kg com todos os fluídos e 90% de combustível no tanque.

O esportivo está 7,4 cm mais comprido que os demais modelos da Sports Series Divulgação/McLaren

Não bastassem freios e suspensão mais leves, emprestados do 720S, dá para trocar os bancos de fibra de carbono por peças iguais àquelas do todo-poderoso Senna.

A marca diz que o aerofólio fixo na traseira é mais leve e gera mais pressão aerodinâmica Divulgação/McLaren
Continua após a publicidade

O motor V8 3.8 biturbo saltou dos 570 cv de potência e 61,2 mkgf de torque para 600 cv e 63,2 mkgf por conta do novo sistema de escapamento com menos restrição.

Sistema de escapamento menos restrito aumentou potência e torque Divulgação/McLaren

Todo o desenvolvimento foi pensado para as pistas. Por isso há splitter, saias laterais, difusor traseiro e aerofólio fixo, mais leve e com mais pressão aerodinâmica.

Outra novidade são os pneus semi-slick Pirelli P Zero Trofeo R, que justificam a proposta mais agressiva – e, segundo a McLaren, melhoram a dinâmica do 600LT.

Os bancos feitos de fibra de carbono são os mesmo usados no McLaren P1 Divulgação/McLaren

Por 185.000 libras esterlinas (equivalente a R$ 932.548 em conversão direta), o dono ainda “ganha” da marca um dia de pilotagem e curso de direção esportiva.

Continua após a publicidade

Publicidade