Clique e assine por apenas 8,90/mês

Kvyat ignora impasse sobre futuro da Red Bull e diz que ”importante é poder vencer”

Sem chances de brigar por vitórias neste ano, russo espera terminar ano à frente de Daniel Ricciardo como prêmio de consolação

Por Vitor Matsubara - Atualizado em 9 nov 2016, 14h44 - Publicado em 12 nov 2015, 11h28
geral

Apesar do mistério envolvendo o nome do futuro fornecedor de motores da Red Bull para a temporada 2016 (há rumores de que a equipe pode trocar a Renault pela Ferrari), Daniil Kvyat garantiu que não se importa com a escolha, desde que a equipe volte ao caminho das vitórias.

daniilkvyat_sanderors_003.jpeg

“Sinceramente não me interessa quem vai fornecer nossos motores. O importante é que possamos ter condições de vencer. Espero que possamos ter um conjunto forte e competitivo em mãos na próxima temporada para voltarmos a brigar por vitórias”, declarou, durante um evento realizado justamente pela Renault.

daniilkvyat_sanderors_008.jpeg

Embora sequer tenha figurado como postulante ao título desta temporada, Kvyat afirmou que fará de tudo para conquistar um bom resultado, especialmente porque o russo gostaria de terminar o ano à frente de seu companheiro de equipe, Daniel Ricciardo – atualmente, Kvyat sustenta uma vantagem de quatro pontos frente ao australiano. “Obviamente quero terminar o campeonato na melhor posição possível. Por isso vou dar meu melhor nestas duas corridas para encerrar o ano de forma digna”.

daniilkvyat_sanderors_005.jpeg

Após conversar rapidamente com a imprensa brasileira, Daniil pilotou um Sandero R.S, versão esportiva do hatch da Renault. Após dar algumas voltas na pista do kartódromo Speedland, o russo elogiou a dirigibilidade do carro. “Além de ser um carro urbano muito bom, ele é bastante estável em várias situações e muito divertido de dirigir”, afirmou. Pela quantidade de borracha queimada nas curvas, parece que Kvyat não estava mentindo mesmo.

Continua após a publicidade
Publicidade