Clique e assine por apenas 8,90/mês

HR-V e Renegade possuem fila de até 90 dias; EcoSport tem desconto

Enquanto espera pelos lançamentos chega a três meses, Ford e Peugeot oferecem carros a pronta-entrega

Por Vitor Matsubara - Atualizado em 9 nov 2016, 14h30 - Publicado em 19 Maio 2015, 18h23
mercado

Quem quiser levar um dos novos SUVs para casa não precisa ter apenas dinheiro. Os clientes interessados em Jeep Renegade ou Honda HR-V podem encarar uma fila de espera de até 90 dias para trocar de carro.

QUATRO RODAS consultou algumas concessionárias de São Paulo e descobriu que a única versão a pronta-entrega do Renegade é a Sport 1.8, tanto com câmbio manual quanto automático. Interessados na versão Longitude podem esperar até 60 dias pelo carro, enquanto o Trailhawk é quase impossível de ser encontrado neste momento – muitas concessionárias afirmam não ter previsão de quando o carro chegará. O mesmo prazo de dois meses é declarado pelas revendas Honda aos interessados no HR-V, sendo que a versão com câmbio manual é quase impossível de ser encontrada em estoque – a própria Honda afirmou que a versão LX mecânica responderia por apenas 1% das vendas do HR-V. Todas as concessionárias consultadas pela reportagem seguem os preços de tabela a risca, sem ágio nem desconto.

ecosport-freestyle-08.jpeg

Com Ford EcoSport e Peugeot 2008 a situação é bem diferente da dupla HR-V e Renegade. No caso do modelo da Ford, várias revendas não só praticam valores abaixo da tabela como têm unidades à pronta-entrega. Simulamos interesse em um EcoSport Freestyle 2.0 automático e todos os vendedores se mostraram dispostos a baixar ainda mais o preço do veículo, que é de R$ 78.900, segundo o site da marca americana. Na rede Peugeot, o 2008 pode ser encontrado em todas as versões para pronta-entrega, inclusive com variedade de cores – mas sem descontos.

O HR-V fechou o mês de abril na liderança do segmento de SUVs compactos, emplacando 4.957 unidades, contra 2.920 veículos do Ford EcoSport e 2.892 unidades do Renault Duster. Renegade e 2008 ainda vão fechar o primeiro mês completo de vendas em maio.

Publicidade