Fusão Fiat-Chrysler deve ocorrer até 2014

Grupo italiano hoje possui 41,5% das ações

fabricantes fabricantes

fabricantes (/)

O CEO da Fiat e da Chrysler, Sergio Marchionne, afirmou que a fusão entre Fiat e Chrysler pode ser concretizada até o ano que vem. “Vamos conseguir fazer isso. Nós (Fiat) e a VEBA (fundo de pensão da United Auto Workers, espécie de sindicato de metalúrgicos) divergimos sobre o valor da Chrysler, mas vamos resolver este problema em 2014”, declarou ao jornal Repubblica.

O executivo já havia afirmado que a fusão seria um processo “irreversível”, prevista para ser concluída assim que houvesse fundos suficientes para adquirir a empresa norte-americana. Questionado se a Fiat pretende manter sua sede em Turim (Itália) após a fusão, Marchionne afirmou que uma possível mudança “vai depender do acesso aos mercados financeiros e das escolhas da família Agnelli (dona da Fiat)”.

A conclusão do negócio deve, enfim, fazer com que a Fiat adquira 65% das ações da Chrysler até 2015. A marca italiana tinha 20% da Chrysler em 2009, mas foi aumentando sua participação aos poucos adquirindo ações do governo dos EUA e da VEBA. Hoje, a Fiat possui 41,5% da Chrysler.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s