Fora de linha no Brasil, Fiat Ducato pode vir do México

Modelo mais recente da Ducato já tem 10 anos e pode vir do México

Fiat Ducato Itália Fiat Ducato Itália: última série especial foi lançada em 2011

Fiat Ducato Itália: última série especial foi lançada em 2011 (Divulgação/)

Este fim de ano também marca o fim da Fiat Ducato. Fim pelo menos como carro nacional. A Fiat encerrou sua joint venture com a Iveco, que produzia a van na fábrica de Sete Lagoas desde 2000. Com isso, 300 colaboradores foram demitidos na unidade. 

A Fiat diz que isso se deu apenas por uma estratégia comercial. Há estoques da Ducato para os próximos meses e, depois disso, a van passará a ser importada, possivelmente em sua “nova” geração – que foi lançada na Europa há dez anos e reestilizada pela última vez em 2014.

Fiat Ducato Com dez anos de mercado, “nova” Ducato chegaria ao Brasil importada do México

Com dez anos de mercado, “nova” Ducato chegaria ao Brasil importada do México (Divulgação/Fiat)

A geração mais recente da Fiat Ducato chegou a ser testada no Brasil em 2010, mas os planos de produzi-la localmente nunca foram adiante. As vendas hoje não justificariam a produção local: fechará o ano com menos de 3 mil unidades vendidas, contra as 7 mil vendidas em 2015.

Além de design mais arrojado, com direito a faróis com leds próximos do para-brisas, a Ducato mais recente tem mais equipamentos de conveniência, como central multimídia e comandos no volante, além de carroceria mais rígida. Além do motor 2.3 Multijet de 127 cv dos carros vendidos no Brasil, ela ainda usa um 3.0 de 180 cv a diesel e o V6 3.6 Pentastar de 283 cv para os carros vendidos nos EUA, onde chega como RAM Promaster 1500.

Atualmente a Fiat Ducato é oferecida no Brasil nas versões Minibus Teto Alto, Multi Teto Alto, Minibus, Maxicargo 10 m³, Cargo L, Maxicargo 12 m³ e Cargo, com preços que começam em R$ 103.350.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

  1. Franco Vieira

    Essa queda nas vendas, tem pelo menos dois motivos:
    * a situação atual muito ruim
    * acredito ser o real motivo, foram pelos vários problemas de motor que muitas tiveram, não mencionado na reportagem. Inclusive ela foi suspensa de ser vendida aqui em MG pelo Procon até que a Fiat apresentasse uma solução para o grave defeito!