Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Fiat Toro ganha motor 2.4 Tigershark por R$ 98.730

Potência é de até 186 cv; preço é o mesmo da versão Freedom a diesel 4x2

Por Redação Atualizado em 9 nov 2016, 14h29 - Publicado em 3 nov 2016, 11h46
Fiat Toro Freedom 1.8 flex 4x2

Conforme era previsto, a Fiat Toro ganha uma nova versão flex, mais potente que o 1.8 e.TorQ  até então utilizado tanto pela picape quanto pelo Jeep Renegade.

O chamado Tigershark 2.4 tem muito em comum com o motor utilizado no Compass flex, porém neste último seu volume foi limitado a 2.0 litros por questões tributárias. Como a picape é considerada um comercial leve, ela ganha a opção 2.4 sem precisar elevar demais seu preço.

Em comparação com o 2.0 do Compass, o Tigershark da Toro tem cabeçote MultiAir, maior capacidade volumétrica, mais potência e torque. Com etanol ou gasolina, são 186 / 174 cv a 6.400 rpm e 24,8 / 23,5 mkgf a 4.000 rpm, com 91% do torque disponível a 2.000 rpm – o Compass flex tem respectivamente 166 / 159 cv e 20,5 / 19,9 mkgf.

Já em relação às versões 1.8 flex da Toro, a nova motorização tem um ganho ainda maior: o e.TorQ rende no máximo 139 cv e 19,3 mkgf com etanol – uma diferença de nada menos que 47 cavalos e 5,5 mkgf.

A nova versão Freedom 2.4 Tigershark tem perfil urbano: traz câmbio automático de nove marchas (até então só oferecido na versão a diesel top de linha) e tração 4×2. Segundo a Fiat, ela é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 9,9 segundos (com etanol), com consumo rodoviário de 10,8 / 7,4 km/l (gasolina / etanol) e urbano de 8,6 / 5,9 km/l (gasolina / etanol).

No teste da QUATRO RODAS com a Toro 1.8 Flex, sempre com gasolina, ela levou longos 16,1 segundos para atingir os 100 km/h, com consumo rodoviário de 11,3 km/l e urbano de 9,6 km/l.

O preço da Toro 2.4 Tigershark será de R$ 98.730, o mesmo valor hoje pedido pela versão Freedom a diesel 4×2 com câmbio manual de 6 marchas, e exatos R$ 15.800 mais cara que a Freedom 1.8 flex com câmbio automático de 6 marchas.

A nova versão promete incrementar ainda mais as vendas da Toro, que foi o 8° automóvel mais emplacado no Brasil em outubro. Segundo a Fiat, 70% das vendas da picape correspondem às versões flex.

Continua após a publicidade

Publicidade