Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Ferrari manterá motores V12 naturalmente aspirados

Montadora italiana decide não usar turbo no bloco

Por Cadu Tupy Atualizado em 9 nov 2016, 14h25 - Publicado em 27 mar 2015, 12h17
geral

Pelo menos por enquanto a Ferrari não irá adotar o turbo como meios de melhorar a eficiência energética dos seus motores V12, segundo a Autocar. A montadora italiana deverá, entretanto, usar algum tipo de assistente elétrico para melhorar a entrega de potência do bloco e diminuir as emissões de CO2.

“Não iremos adotar o turbo nos nossos motores V12, esperem sim sistemas de 48 volts na próxima geração”, disse uma fonte da revista inglesa. Isso significa que os modelos equipados com esse motor no futuro próximo terão alguma forma de sistema híbrido, derivado diretamente do superesportivo LaFerrari.

Com esta possibilidade a Ferrari manterá o bloco grande em atividade, melhorará o consumo de combustível e, também, o nível de emissões, cada dia mais restritivo na Europa, variando a entrega de torque do motor, mas por outro lado, sendo compensado pelo uso de energia elétrica de forma instantânea.

Continua após a publicidade

Publicidade