Clique e assine com até 75% de desconto

Exclusivo: Chevrolet Onix Plus já tem pelo menos três boletins de recall

QUATRO RODAS teve acesso a boletins internos, tratados por concessionários como recalls, que já estão sendo comunicados a donos do carro

Por Daniel Telles, Henrique Rodriguez, Marlos Ney Vidal e Waldez Amorim Atualizado em 8 nov 2019, 10h57 - Publicado em 5 nov 2019, 19h34
Arte/Quatro Rodas

O Chevrolet Onix Plus não teve nenhum comunicado de recall anunciado. Pelo menos não oficialmente nos órgãos competentes do governo.

Só que, em meio a relatos de incêndios de unidades do Onix Plus, a Chevrolet vem orientando concessionários a promover pelo menos três tipos diferentes de reparo em unidades já produzidas (e, em muitos casos, já entregues a seus donos).

QUATRO RODAS teve acesso com exclusividade a três boletins de serviço relacionados ao novo sedã compacto, e que podem ser comunicados aos proprietários da mesma forma que os recalls.

Reprodução/Chevrolet

No dia 27 de setembro (duas semanas após o lançamento) foi emitido o primeiro deles, uma ação de campo para verificação de estoque de todas as unidades produzidas até o momento (4.860 unidades).

Uma possível interferência no chicote do painel de instrumentos era a causa.

A solução apresentada era a inspeção do chicote do painel de instrumentos antes de sua conexão com o sistema de carregamento de celular sem fio, da tomada de carga USB e da tomada 12V.

Para ter acesso ao local, seria necessário desmontar o console central e o controle do sistema de ar-condicionado.

Reprodução/Chevrolet

Em 21 de outubro foi emitido um recall de não-conformidade para “compatibilizar o número de série físico do motor com o número de série no documento do veículo”. Para isso, seria necessário corrigir o número de série do motor no documento do veículo.

Vale observar que um conflito nesse código pode dificultar o rastreamento interno de unidades que eventualmente apresentem falhas.

Continua após a publicidade

Pior do que isso, se as numerações conflituosas forem constatadas por uma autoridade, o proprietário poderá ser punido com  multa de R$ 130,16 por infração média, além de cinco pontos na CNH e possível retenção do veículo.

Reprodução/Chevrolet

No dia seguinte, surgiu um novo boletim, este para 1.621 unidades, para que fosse feita a inspeção e eventual substituição da porca de aterramento do veículo.

Existiria a possibilidade de utilização de porca incorreta na fixação do aterramento do cabo negativo na longarina dianteira esquerda. Desta forma, o aterramento não teria fixação adequada.

QUATRO RODAS contatou concessionárias de São Paulo e Minas Gerais, que confirmaram estes chamados.

Uma revenda de Piracicaba (SP) disse, inclusive, que “os clientes dos carros envolvidos estão recebendo as cartas em casa para levarem os carros às concessionárias”.

Uma concessionária de Minas Gerais relatou, ainda, que o boletim relacionado ao chicote estava bloqueando a entrega dos Onix Plus a seus compradores. Todas concessionárias chamam de recall esses chamados.

O que não há ainda, porém, são indícios de que as falhas relatadas nos três boletins estejam relacionadas aos dois casos de incêndio já registrados.

Contudo, vale ressaltar que dois dos chamados envolvem o sistema elétrico do veículo, passíveis de curto circuito em caso de falha.

Todas as reportagens relacionadas ao assunto:

  • Nossa reportagem consultou os canais oficiais de registros de recall e também o site oficial da Chevrolet, mas não encontrou até a publicação desta reportagem nenhuma convocação a respeito dos boletins relatados. Entretanto, no aplicativo Meu Chevrolet, dedicado a donos do veículo, é possível encontrar alertas a respeito.

    Também procuramos a GM do Brasil para um posicionamento oficial, mas a fabricante não respondeu às ligações e e-mails até a publicação desta reportagem.

    Continua após a publicidade
    Publicidade