Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Citroën dará autonomia à marca DS

Intenção é valorizar a marca premium e fazer frente à Audi

Por Diogo Patroni Atualizado em 9 nov 2016, 14h02 - Publicado em 15 set 2014, 18h26
fabricantes

A DS, marca premium do Grupo PSA Peugeot Citroën, não terá mais a logomarca da Citroën em seus carros a partir do ano que vem. Quem garante é o presidente do Grupo PSA, Carlos Tavares.

“Em 2015, a DS será desligada da Citroën. Não precisamos ter plataformas separadas, ou até mesmo revendedores independentes, mas teremos normas de engenharia e fabricação distintas”, esclarece Tavares.

Assim, a DS pretende fazer frente a Audi até 2020. Apesar dos prognósticos, o executivo enfatiza que a intenção não é brigar com a marca alemã nas vendas, o que levaria entre 20 e 30 anos, mas sim no lucro por unidade. A DS vai lançar um conceito no Salão de Paris, que dá a dimensão dos rumos da marca para os próximos anos.

>> Confira tudo sobre o Salão de Paris 2014!

A expectativa é estender o portfólio para seis modelos, contra os três atuais. Dentre as novidades estão: o DS9 (sedã de luxo para a China), um SUV (DS6WR) e um rival para o Fiat 500 no mercado europeu.

Continua após a publicidade

Publicidade