Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Citroën confirma produção do bugue elétrico E-Méhari

Conceito será produzido a partir de 2016 na França

Por Guilherme Fontana Atualizado em 9 nov 2016, 14h46 - Publicado em 8 dez 2015, 12h02
fabricantes

Aos poucos a Citroën vai voltando às suas origens. Depois de um período apresentando modelos com design um tanto recatados, a marca francesa voltou a apostar em desenhos ousados e futuristas, como é o caso do C4 Cactus e, agora, do E-Méhari. O bugue elétrico será produzido em 2016 na França.

O nome foi resgatado de um utilitário dos anos 1960 feito com base no antigo 2CV. No entanto, o modelo passado era batizado apenas de Méhari, sem a letra E inicial, que indica a propulsão elétrica do recém-lançado. Diferentemente do que se pode pensar, o E-Méhari não é um conceito – embora pareça.

citroen-e-mehari-4.jpeg

A dianteira herdou traços do C4 Cactus, como os leds juntos do capô e os faróis principais logo abaixo. Sua proposta aventureira é vista pela grande quantidade de plásticos sem pintura adornando a carroceria, além dos conjuntos óticos. O jeitão de bugue é completado pelos arcos fixos em cor contrastante com o restante do veículo (o teto é removível). Imagens do interior ainda não foram divulgadas, mas se sabe que o E-Mehári levará quatro ocupantes e terá visores digitais.

Continua após a publicidade

citroen-e-mehari-1.jpeg

O E-Méhari será movido por um motor elétrico de 68 cv de potência em acordo com uma bateria de 30 kWh. Com isso, chegará a velocidade máxima de 110 km/h, terá autonomia de até 200 km e poderá ser recarregado em, no mínimo, 8 horas.

LEIA MAIS:

– Os carros-conceito mais malucos do Salão de Tóquio

– Clássicos: Citroën SM, a última revolução francesa

Continua após a publicidade

Publicidade