Clique e assine por apenas 6,90/mês

Chevrolet Cruze terá produção iniciada em maio na Argentina

Chamado por "Projeto Fênix", o modelo será fruto de um investimendo de US$ 750 milhões e chega ao Brasil ainda este ano com motor turbo

Por Guilherme Fontana - Atualizado em 23 nov 2016, 20h30 - Publicado em 27 jan 2016, 14h28
chevrolet-cruze-2
Chevrolet Cruze

Um dos lançamentos mais aguardados para 2016 no Brasil, a nova geração do Chevrolet Cruze terá sua produção iniciada em maio na Argentina. O anúncio oficial foi feito pelo novo CEO da General Motors na Argentina, Carlos Zarlenga, que assumiu o cargo há pouco menos de um mês em substituição à Isela Costantini. O investimento total será de US$ 750 milhões.

Durante duas entrevistas cedidas à imprensa argentina, o executivo confirmou o início da produção do “Projeto Fênix” para o próximo mês de maio no país, sem dar mais detalhes. Apesar de o nome do modelo pertencente ao projeto não ter sido revelado por Zarlenga, inúmeros indícios apontam para o Cruze. O modelo é a principal aposta da marca para o mercado sul-americano nos próximos anos e já foi flagrado durante a realização de testes na Argentina e no Brasil. Além disso, Marcelo Barros, executivo do sindicato Smata (que defende os interesses dos profissionais do setor automobilístico), já havia revelado em dezembro último que o Projeto Fênix é o novo Cruze em suas variantes hatch e sedã.

chevrolet-cruze
Chevrolet Cruze

Ainda sobre a unidade argentina da GM, instalada na cidade de Rosário, Carlos Zarlenga dá pistas sobre o futuro de modelos como Agile e Classic. Segundo ele, durante uma das entrevistas, os modelos ainda possuem espaço na linha de montagem em questão devido ao grande investimento em reformas feito nos últimos anos. No Brasil, porém, o Agile deixou de ser vendido em 2014, junto do irmão Sonic, enquanto o Classic não deverá sobreviver à nova legislação que tornará obrigatória a presença de controles de estabilidade e tração a partir de 2020.

Esperado para estrear no final deste ano no mercado brasileiro, o novo Cruze será equipado com o inédito motor 1.4 turbo flex de injeção direta com 155 cv de potência, além dos câmbios manual e automático de seis velocidades. Em 2017 será a vez de o Cruze hatch chegar ao Brasil com o mesmo conjunto mecânico do sedã.

Publicidade