Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Caso GM: número de mortes confirmadas sobe para 124

Problema com ignição de modelos provocou diversos acidentes nos EUA

Por Cadu Tupy Atualizado em 9 nov 2016, 14h35 - Publicado em 14 jul 2015, 12h07
geral

O “caso da ignição” da GM, nos Estados Unidos, como ficou conhecido o problema com vários veículos que simplesmente desligavam durante o seu funcionamento por um problema na peça, ganhou novos números estarrecedores nesta terça-feira (14). Segundo a montadora norte-americana, foram confirmadas 124 mortes de pessoas por causa do defeito.

A informação consta no site criado pela General Motors para tratar o assunto, já que um fundo de US$ 400 milhões foi feito para ser dividido entre as vítimas dos muitos acidentes causados pela falha, que deixava os veículos com sistemas de segurança, como airbags, desligados, e os motoristas em situação de extremo perigo.

Ao todo, 390 pessoas já foram aprovadas para serem compensadas pela empresa, sendo 124 por acidentes fatais de parentes, 18 por casos em que as vítimas ficaram paraplégicas, tetraplégicas, sofreram amputações, queimaduras graves ou danos permanentes no cérebro e, outros danos menores, para 248 vítimas. A investigação continua e estes números ainda podem aumentar.

Continua após a publicidade

Publicidade