Clique e assine por apenas 8,90/mês

BMW Série 3 mais potente do Brasil será híbrido que faz até 55,5 km/l

330e combina motor 2.0 turbo da versão básica com elétrico e tem autonomia elétrica de 66 km

Por Henrique Rodriguez - 23 abr 2020, 11h53
Divulgação/BMW

A pandemia da Covid-19 não atrapalhou o plano de eletrificação da BMW, que confirmou o lançamento da versão híbrida do Série 3 ainda no primeiro semestre.

O BMW 330e Plug-In Hybrid é até mais potente que o 330i, que tem motor 2.0 turbo de 258 cv e parte dos R$ 249.950.

Divulgação/BMW

O detalhe é que o pacote da versão híbrida é sempre o M Sport, com suspensão adaptativa e freios mais eficientes, e custará menos que os 289.950 do 330i M Sport. 

O segredo do 330e está em combinar o mesmo motor 2.0 turbo de 184 cv do 320i (que é montado no Brasil) com um elétrico de 113 cv, o que resulta em 252 cv. Contudo, com a função XtraBoost há 41 cv extras disponíveis por 10 segundos, elevando a potência a 293 cv. O torque se mantém em 42,8 kgfm. 

Continua após a publicidade
Divulgação/BMW

A versão híbrida cumpre o zero a 100 km/h em 5,9 segundos, apenas 0,1 s mais lento que a versão normal. A velocidade máxima cai dos 250 km/h para 230 km/h.

Onde a versão híbrida leva vantagem é no consumo. A BMW divulga consumo de 55,5 km/litro no ciclo de testes WLTP, usado na europa. Além disso, a bateria de 12 kWh garante autonomia elétrica de 66 km, sendo que é possível alcançar os 140 km/h sem usar o motor a gasolina. 

Divulgação/BMW

Por ser do tipo plug-in, o 330e permite que sua bateria seja recarregada em tomadas. Em uma de 220V doméstica, precisa de 6 horas para recuperar toda a carga.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da edição de abril da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Publicidade