Clique e assine por apenas 5,90/mês

BMW 528i

Nova versão tem motor menor e preço mais baixo

Por Paulo Campo Grande | fotos: Marco de Bari - Atualizado em 4 nov 2016, 16h55 - Publicado em 14 dez 2012, 15h04

lancamentos lancamentos

A sexta geração do BMW Série 5 é de 2010. Mas, no Brasil, ela chegou somente em 2011 e em versão única: 550i, equipada com motor V8 4.4 de 407 cv. Este ano, a BMW resolveu tirar o atraso e ampliar a oferta do modelo, incluindo a versão esportiva M5, avaliada na edição de outubro, e a novíssima 528i, que estreia com o motor 2.0 de quatro cilindros, o mesmo que conhecemos a bordo do novo Série 3.

O Série 5 sempre se destacou como um lançador de tecnologias dentro da marca. Nos últimos tempos, foi o primeiro a ter braços de alumínio na suspensão, sistema de direção ativo (Active Steering) e dispositivo head-up display, entre outras novidades. Nesta edição, a sexta, não é diferente. Entre os recursos mais avançados, ele traz câmbio automático de oito marchas, sistema start-stop (que desliga o motor sempre que o carro para e o religa assim que o motorista libera o pedal do freio, com o objetivo de reduzir o consumo) e sistema Driving Experience (que permite adequar o comportamento do carro de acordo com a situação de uso ou preferências pessoais). Esse sistema tem três programas eletrônicos, Eco Pro, Comfort e Sport, que ajustam as respostas do motor, da direção, da transmissão e dos amortecedores.

O que causa maior curiosidade, porém, é mesmo o motor. Como estamos acostumados a ver o Série 5 equipado com motores de seis cilindros em linha ou V8, a primeira reação é de desconfiança diante do 2.0 de quatro cilindros. Essa sensação dura pouco, porque apesar do deslocamento menor o motor tem força suficiente para assegurar um desempenho compatível com a tradição do modelo. São 245 cv de potência em 6 500 rpm e 35,7 mkgf de torque, a partir de 1 250 rpm. Segundo a fábrica, o 528i é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 6,3 segundos e de atingir os 250 km/h.

O 528i oferece uma boa relação custo-benefício para quem quer um sedã grande de luxo. Apresentado em versão única de acabamento, com preço de 258 950 reais, ele sai mais barato que a versão topo de linha da Série 3, a 335i, que custa 295 950 reais.

VEREDICTO

Mais barata que a 335i, a nova versão oferece mais espaço e conforto, sem exigir sacrifícios no desempenho.

Continua após a publicidade
Publicidade