Clique e assine por apenas 8,90/mês

Aliança entre Renault-Nissan e Daimler deve se tornar global

Próxima parceria prevê produção de motores nos Estados Unidos

Por Redação - Atualizado em 9 nov 2016, 12h42 - Publicado em 11 set 2013, 15h18
mercado

As altas cúpulas de algumas das principais marcas automotivas do planeta fizeram importante anúncio neste Salão de Frankfurt: a aliança criada entre Renault-Nissan e Daimler, inicialmente projetada apenas para a Europa, ganhará caráter global.

“Enquanto nossa colaboração inicial era planejada só para a Europa, uniremos energias a partir de agora em todos os mercados”, disse Carlos Ghosn, CEO e Chairman da Renault-Nissan. Dieter Zetsche, CEO da Daimler, seguiu o mesmo discurso: “Continuaremos procurando ações que façam sentido para as companhias e, sobretudo, para os consumidores”.

A próxima iniciativa conjunta entre as partes será a produção de motores de quatro cilindros, movidos a gasolina, da Mercedes-Benz. A montagem ocorrerá na nova planta do Tennessee, Estados Unidos, a partir do meio de 2014. Esses blocos equiparão os carros da Classe C da Mercedes, bem como alguns novos veículos da Infiniti, marca de luxo da Nissan.

Publicidade