Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Agentes da CET denunciam meta de multas, diz rádio

Cobranças por aumento no número de infrações seria diária

Por Redação Atualizado em 9 nov 2016, 14h38 - Publicado em 14 ago 2015, 15h36
geral

Funcionários da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) estariam sendo pressionados diariamente para aumentar o número de autuações e guinchamentos em São Paulo. A informação foi revelada pela Rádio SulAmérica Trânsito.

“Depois que teve troca de chefia, começou um terrorismo em cima da gente, querendo resultado em cima de autuação. Chegou num ponto que, numa reunião, nos disseram que a única forma de segurar a gente era mostrar resultado de multa”, revelou um funcionário que preferiu não se identificar, referindo-se à troca de comando realizada entre maio e junho.

Para não deixar provas, as “ameaças” seriam realizadas de forma sutil e apenas verbalmente, durante reuniões realizadas a portas fechadas. “(As ordens) Só passam por voz, não escrevem em lugar nenhum. E se a quantidade de multas não melhorar, o cara é transferido, trocado de turno, tudo para dificultar a vida do cara”, afirmou outro empregado da CET.

A meta também existiria no caso da remoção de veículos infratores. “Antigamente se trabalhava com duas empresas, cada uma empregando dez guinchos e ainda dividindo a frota com a Polícia Militar. Hoje, a CET sozinha está com 30 guinchos, e como os contratos são milionários, é preciso guinchar para justificar os custos. Então existe uma meta de 120 guinchamentos por dia”, revelou outra fonte ouvida pela rádio.

Embora não sejam orientados a inventar infrações, os agentes de trânsito afirmam que a constante pressão por mais autuações acaba interferindo até na interpretação de eventuais irregularidades. “Trabalho há 15 anos na CET e nunca tinha sido estabelecida uma meta como essa. Não pode ser cobrada uma meta do agente, porque isso pode interferir no julgamento do agente. Agora está esse inferno. Ou você faz multa, ou está correndo risco de ser transferido ou demitido”.

Segundo levantamento realizado pela rádio Band News FM em julho, a arrecadação da Prefeitura de São Paulo com multas de trânsito aumentou 61% nos últimos cinco anos. Em 2014, os valores arrecadados com multas na capital paulista chegaram a quase R$ 900 milhões, mas apenas R$ 49 milhões foram direcionados ao FUNSET, o Fundo Nacional de Segurança e Educação de Trânsito, de acordo com a SulAmérica Trânsito.

Consultada pela reportagem da emissora de rádio, a Companhia de Engenharia de Tráfego negou a existência de qualquer procedimento que determine ou indique o cumprimento de metas quanto a elaboração de autuações de trânsito ou ação diversa de sua função original.

Continua após a publicidade

Publicidade