Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Acordo encerra greve na fábrica do Hyundai HB20

Funcionários pleiteavam aumento no piso salarial

Por Vitor Matsubara Atualizado em 9 nov 2016, 12h08 - Publicado em 14 nov 2012, 11h55
fabricantes

Durou apenas um dia a greve iniciada na fábrica da Hyundai em Piracicaba (SP). Os funcionários da planta aprovaram nesta quarta-feira, 14 de novembro, a proposta de reajuste de 25,2% no piso salarial, que passará de 1.278 reais para 1.600 reais. A assembleia formada pelos operários também aprovou o aumento de 8,1% nos demais salários.

>> Veja a galeria de fotos e o teste do Hyundai HB20

Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Piracicaba e Região, os empregados desistiram da proposta de aumento no piso salarial para R$ 1,8 mil após a montadora oferecer um reajuste no vale-compra de 180 para 204 reais, um bônus de mil reais no Natal e o adiantamento de 1.200 reais de Participação nos Lucros e Resultados (PLR) para o dia 30 de novembro. O valor total deste último benefício ainda será discutido, mas chegará a, no mínimo, 5 mil reais, sendo pago em março de 2013.

Com as decisões, todos os funcionários da fábrica de Piracicaba – 1.200 da área produtiva e 400 do departamento administrativo – estão trabalhando normalmente nesta quarta-feira. O dia de greve será reposto no próximo dia 24, um sábado, e os metalúrgicos ganharão um bônus de 100 reais mais horas extras.

De acordo com informações da Agência Estado, a linha de montagem funcionará em todos os sábados de dezembro para tentar suprir a demanda pelo HB20, que já possui uma fila de espera estimada em 24 mil unidades.

A Hyundai espera produzir entre 26 mil e 27.500 unidades do HB20 até o fim deste ano. O próximo modelo a ser fabricado em Piracicaba será o HB20x, cuja produção começa entre o final de 2012 e o começo de 2013, antes do lançamento do HB20 sedã, previsto para março. Com a linha completa, a montadora espera comercializar 150 mil unidades em 2013.

Continua após a publicidade

Publicidade