Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Conheça o designer por trás de Ford EcoSport, Troller T4 e outros

João Marcos Ramos atuou como designer por 10 anos na VW e 20 anos na Ford e acumula autorias de modelos brasileiros icônicos

Por Isadora Carvalho Atualizado em 12 jan 2021, 02h21 - Publicado em 12 jan 2021, 02h00
João Marcos Ramos
O designer foi responsável pelo desenvolvimento do Ford EcoSport de segunda geração João Marcos/Acervo pessoal

Você provavelmente já andou em algum carro que o designer brasileiro João Marcos Ramos, 54 anos, teve participação. Isso porque João ajudou no desenvolvimento, ainda no início da carreira, da família Gol de segunda geração e isso inclui Parati e Saveiro.

Além disso, ele atuou nos últimos 20 anos como chefe de design da Ford e, portanto, é a assinatura dele de estilo dos últimos carros nacionais da marca americana.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 7,90

Já que ele faz parte da nossa vida, sem a gente saber, é justo conhecer um pouco mais da trajetória deste profissional que, com pouco mais de 30 anos de carreira, já deixou seu legado no design automotivo.

João entre os colegas da GM, no centro de design em 1989
João entre os colegas da GM, no centro de design em 1989 João Marcos/Acervo pessoal

Falando em legado, Ramos acredita que a predileção por carros é algo inato, isso devido ao seu encantamento pelo mundo automotivo ter começado bem cedo. “Quando tinha apenas

4 anos de idade, meu pai comprou um Ford Galaxie 500 azul-claro e minha fascinação pelo modelo era enorme, e eu já pressentia que era com carros que iria trabalhar”, conta João Marcos, entre risos.

O pressentimento dele estava certo, mas, no momento de decidir a profissão, considerou que a maneira mais natural de entrar para a indústria automotiva seria pela engenharia, e aos 18 anos começou a fazer o curso na FEI.

Porém, antes de acabar o primeiro ano da graduação, percebeu que a sua principal aptidão não era projetar, e sim criar. Foi então que resolveu cursar desenho industrial e, logo depois, conseguiu um estágio no estúdio de design da General Motors.

Em 1999, na VW, acompanhava a produção do Fox. E teve o seu desenho do interior escolhido para o modelo
Em 1999, na VW, acompanhava a produção do Fox. E teve o seu desenho do interior escolhido para o modelo João Marcos/Acervo pessoal

“Foi na GM que realmente iniciei minha carreira como designer automotivo, pois o centro de design da marca era avançado e tive a oportunidade de conhecer todas as etapas de desenvolvimento”, afirma.

 

Em seguida, Ramos trabalhou na Honda criando novos modelos de motos para a marca, mas sua aventura pelo universo das duas rodas durou pouco, apenas oito meses, pois foi convidado a integrar o time de design da Volkswagen.

João com o time de design da Ford, formado em 2001, logo após sua contratação
João com o time de design da Ford, formado em 2001, logo após sua contratação João Marcos/Acervo pessoal
Continua após a publicidade

“Nessa primeira fase da minha vida profissional, aprendi com grandes nomes da área de design, entre eles, Luiz Veiga e Gerson Barone, e graças a eles pude descobrir as minhas habilidades.”

Ao todo ficou nove anos e meio na VW e nesse período ganhou até o apelido de Jonny Highlight, pois tornou-se um especialista em superfícies e isso o ajudou inclusive no desenvolvimento da família Gol.

O seu ciclo na marca alemã se encerrou em 1999, após receber um convite da Ford para chefiar o futuro departamento de design e montar um estúdio da marca. “Com o fim da Autolatina, a VW saiu fortalecida e a Ford precisava se reconstruir, e foi nesse cenário que eu cheguei”, relata.

O designer com um dos seus principais projetos: o EcoSport de segunda geração
O designer com um dos seus principais projetos: o EcoSport de segunda geração Acervo/Ford

 

Uma das principais metas do executivo era montar o centro de design da Ford no Brasil e sua intenção era construí-lo dentro da fábrica de São Bernardo (SP), porém, com a construção da unidade em Camaçari (BA), teve de realizar o seu projeto por lá.

“Depois que o estúdio estava pronto, tínhamos algumas dificuldades, como transportar o modelo em clay (que é argila) em um caminhão frigorífico de São Bernardo até Camaçari a 60 km/h. Não foi uma tarefa fácil.”

Ford EcoSport
EcoSport foi o primeiro projeto global da Ford concebido no Brasil Marco de Bari/Quatro Rodas

 

O EcoSport de segunda geração (2012) foi um dos projetos que João, como gerente da área de design, comandou junto com o executivo Ehab Kaoud, da idealização ao lançamento.

“Lembro bem que não era para ter o vidro antes da coluna A por custo, e nós do design brigamos para mantê-lo, além de apostar na cara mais agressiva e na manutenção do estepe.”

Ford EcoSport Freestyle 1.6 16V
Marco de Bari/Quatro Rodas

Outro projeto do qual João fala com brilho nos olhos foi o Troller. “Logo após o lançamento do Eco, mergulhei de cabeça na reestilização do Troller apresentada em 2014.” O designer relata que, pelo fato de a marca Troller ter origem brasileira, trabalhou com muito prazer na execução do projeto – que ainda carrega o mesmo DNA do primeiro modelo lançado em 1999.

Troller T4
O brasileiro Troller é considerado o “sucessor espiritual” do americano Ford Bronco Acervo/Quatro Rodas

Em 2015, João foi transferido para atuar na matriz americana e em 2019 encerrou a sua jornada por lá. “Foram exatos 19 anos e meio trabalhando em uma empresa que sempre sonhei em atuar e tendo a certeza de que cada minuto valeu a pena”, encerra João Marcos.

Ele retornou ao Brasil e por aqui, direto de São José dos Campos (SP), atua como consultor de projetos automotivos encomendados por uma companhia inglesa.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Capa 739

Continua após a publicidade

Publicidade