Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Xiaomi quer dobrar a produção do sedã Su7 em 20.000 unidades mensais

Após a alta demanda do modelo, a marca resolveu investir e dobrar sua produção na China, assim viabilizando maiores entregas em menores prazos

Por Rafael Sommadossi
17 Maio 2024, 14h00

A Xiaomi está se preparando para um grande aumento na produção de seu primeiro carro elétrico, o Xiaomi SU7. De acordo com relatos da imprensa local, a fabricante tecnológica  iniciará a produção em dois turnos em sua fábrica em Pequim a partir de junho, impulsionando a capacidade da planta para quase 20.000 unidades mensais do sedã.

Com a implementação do segundo turno, o horário de operação diário aumentará de 8 para 16 horas, que é comum dentro da indústria chinesa. Este movimento estratégico vem em resposta à crescente demanda pelo Xiaomi SU7, que alcançou uma marca significativa com a entrega da unidade 10.000. 

xiaomi su7
(Xiaomi/Divulgação)

Desde o início da distribuição, em 3 de abril, a empresa conseguiu entregar 10.000 unidades em apenas 43 dias. Lei Jun, CEO e fundador da Xiaomi, havia previamente mencionado que a fábrica de Pequim tem a capacidade de produzir 40 unidades do SU7 por hora, o que equivale a um carro a cada 76 segundos, são números impressionantes. Com a introdução do segundo turno, espera-se que a capacidade de produção alcance quase 20.000 unidades por mês.

Além disso, a Xiaomi aumentou os pedidos de alguns de seus fornecedores em 80%, enquanto um tipo de componente passou de 10.000 conjuntos por mês para 18.000 mensais. A empresa também iniciou o recrutamento de trabalhadores para ocuparem o segundo turno no início de abril.

Compartilhe essa matéria via:

O sucesso do Xiaomi SU7 desde seu lançamento em março é evidente, com mais de 100.000 unidades encomendadas, praticamente esgotando os estoques para o restante do ano. A alta demanda é refletida nos tempos de entrega, que variam de 29 a 36 semanas, dependendo do modelo escolhido.

xiaomi su7
(Xiaomi/Divulgação)

Além do aumento da capacidade de produção, a Xiaomi tem planos ambiciosos para expandir sua presença física. Até o final de 2024, a empresa planeja abrir mais 219 lojas em 46 cidades da China. Lei Jun reiterou o compromisso da Xiaomi Motors em cumprir a meta de entrega de 100.000 unidades este ano, destacando o empenho contínuo da empresa em atender à crescente demanda por seus veículos elétricos.

Continua após a publicidade

Com a construção da segunda fase da fábrica de Pequim prevista para começar ainda em 2024 e ser concluída até 2025, a capacidade de produção anual adicional de 150.000 unidades elevará a capacidade total da planta para 300.000 unidades, preparando a marca para um crescimento ainda maior em um futuro próximo.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.