Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

GWM estreia no Brasil em 2023 com 50 lojas e SUV que faz até 28,7 km/l

Haval H6 será o primeiro modelo da marca a chegar ao Brasil, com bons números de autonomia e consumo; outros nove carros chegarão nos próximos três anos

Por Guilherme Fontana Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 3 abr 2024, 14h16 - Publicado em 23 nov 2022, 11h40

A Great Wall Motors (GWM) realiza nesta quarta-feira (23) seu lançamento oficial como marca no Brasil, mesmo meses depois da divulgação de seus grandiosos planos. A novidade, agora, fica por conta de números que deverão colocar medo na concorrência do Haval H6, o primeiro carro da GWM, que chega em 2023 ainda importado.

Concorrente das versões mais caras do Jeep Compass (a diesel) e das mais baratas do Jeep Commander, o Haval H6 terá o conjunto mecânico como um de seus destaques. Ele será um híbrido plug-in (com recarga em rede elétrica) com três motores, sendo um a combustão na dianteira e outros dois elétricos, um em cada eixo – ou seja, a tração é integral.

Haval_H6
GWM Haval H6 (GWM/Divulgação)

Por estar alinhado à tecnologia DHT da GWM, o sistema coloca os motores elétricos como prioridade na tração do SUV, deixando o motor a combustão como auxiliar para situações de maior esforço. É justamente o contrário de outros híbridos do mercado, onde os elétricos servem como auxiliares. No H6, o motor a gasolina entra acima dos 140 km/h ou acima de 50% de pressão no pedal do acelerador.

Continua após a publicidade

GWM Haval H6 é SUV híbrido que acelera como esportivo e faz até 28,7 km/l

Assim, além de uma experiência mais próxima de um carro elétrico na condução, o Haval H6 promete números de consumo bem melhores por utilizar menos o motor a combustão. Segundo a marca, o modelo chega às médias de 28,7 km/l na cidade e 25,3 km/l na estrada, em ciclo brasileiro (NBR).

Haval_H6
(GWM/Divulgação)

Outra vantagem está no tamanho da bateria, de 34 kWh, que promete ser grande o suficiente para uma autonomia projetada de até 170 km no modo puramente elétrico, também em ciclo NBR. A marca promete, para depois, versões com 200 km de autonomia no modo elétrico.

Continua após a publicidade
Haval_H6
(GWM/Divulgação)

A transmissão terá duas marchas apenas para o motorna combustão, sendo uma pra médias e outra para altas velocidades, para criar um melhor cenário entre desempenho e consumo. Em baixas velocidades, como já dito, os motores elétricos atuarão sem o uso deste câmbio.

Segundo a GWM, a recarga do H6 em corrente rápida, DC, é feita de 10 a 80% em 29 minutos. Em corrente lenta, AC, a recarga total pode levar até 10 horas.

Continua após a publicidade

Ao gosto do brasileiro

Haval_H6
(GWM/Divulgação)

A GWM promete que o Haval H6 terá diversos ajustes para atender ao gosto do brasileiro, tanto no visual, quanto na mecânica. Na aparência, a marca aponta que substituiu grande parte dos cromados por apliques em preto brilhante – como em molduras das janelas, racks de teto e demais frisos decorativos. As rodas, diamantadas e de 19 polegadas, são exclusivas para o Brasil.

Haval_H6
(GWM/Divulgação)

No que diz respeito à mecânica, a chinesa diz que trabalha em ajustes específicos de suspensão e direção para “suportar as condições das estradas brasileiras” e ficar como o consumidor local gosta. Os ajustes serão feitos no nível de maciez, para ter respostas mais rápidas, diretas e firmes, além de uma relação de giro do volante aprimorada.

Continua após a publicidade

Cobertura nacional

Haval_H6
(GWM/Divulgação)

Além dos planos sobre produtos, como o Haval H6 e uma futura picape híbrida, a Great Wall Motors também chegará ao Brasil amparada por uma grande rede de vendas e serviços. A cobertura, garante a empresa, será nacional.

Fachada de futura concessionária da Great Wall Motors no Brasil
Fachada de futura concessionária da Great Wall Motors no Brasil (Great Wall Motors/Divulgação)

Para isso, a GWM anunciou que chegará em 2023 já com 50 pontos de vendas e serviços iniciais, nas principais cidades brasileiras. Logo na estreia serão 30 pontos, que crescerão para 50 ainda no primeiro semestre de 2023, quando o Haval H6 será oficialmente lançado. Até o segundo semestre de 2024, a marca planeja ter 133 pontos pelo país.

Continua após a publicidade

Serão ao menos 28 grupos que representarão a marca em todas as regiões do país. Entre os principais estão Alta, Carrera, Dahruj e Germânica no Sudeste; Bamaq, Canopus e Navesa no Norte e no Centro-Oeste; PG Prime e Newland no Nordeste; Tozzo, IESA e Dimas no Sul.

Entre comodidades prometidas, estão o delivery do veículo, que poderá ser comprado em uma loja física ou no site da GWM, e será entregue na casa do comprador, e um carro de cortesia em casos de serviços de maior complexidade a serem realizados em seus modelos. Além das lojas, alguns shoppings centers oferecerão test drive dos carros da marca.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.